Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Operação da PF mira lideranças do tráfico de drogas no Aeroporto de Guarulhos

    Traficantes se organizavam em grupos de WhatsApp para enviar os entorpecentes ao exterior

    Bruno Laforéda CNN

    A Polícia Federal realiza nesta quinta-feira (7) uma operação contra o tráfico internacional de drogas a partir do Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Uma parte dos alvos dessa ação é apontada pela PF como liderança do tráfico em Guarulhos, que se organizava em grupo de WhatsApp para o envio dos entorpecentes.

    A operação, batizada de Bota Fora, tem o objetivo de cumprir 14 mandados de prisões temporárias e 18 de busca e apreensão contra suspeitos de envio de cocaína ao exterior. Os mandados estão sendo cumpridos nas cidades de São Paulo e Guarulhos.

    De acordo com a PF, as drogas eram enviadas à Europa e à Ásia por diferentes maneiras. Parte do produto ilícito era despachado irregularmente em malas e outro montante pelo setor de cargas do aeroporto.

    Em entrevista coletiva realizada nesta manhã, o delegado Felipe Lavareda explicou que os criminosos colocavam as drogas dentro de caixas antes de guardá-las nas malas. Desta maneira, as malas eram descartadas quando chegavam ao destino e os criminosos permaneciam com as caixas como forma de despistar a fiscalização.

    A ação de hoje é resultado de três investigações distintas acerca do tráfico no aeroporto.

    De acordo com a polícia, há funcionários públicos e colaboradores da área restrita do aeroporto envolvidos no esquema.

    Os agentes apreenderam 700 quilos de cocaína no Brasil e no exterior. A maior parte do montante iria para a Alemanha, mas também seriam enviadas quantidades para Portugal e Etiópia.