Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Paraisópolis: PM divulga imagens da abordagem que resultou em morte na comunidade

    Registro das câmeras dos policiais mostra que suspeito reagiu a abordagem na última quinta-feira (6)

    Bodycam registra reação de suspeito a abordagem policial em Paraisópolis, em São Paulo
    Bodycam registra reação de suspeito a abordagem policial em Paraisópolis, em São Paulo Reprodução

    Dayres VitoriaMaria Clara AlcântaraLetícia Cassianoda CNN*

    São Paulo

    A Polícia Militar de São Paulo divulgou, nesta semana, as imagens das câmeras corporais dos dois agentes militares envolvidos em uma abordagem que resultou na morte de um homem na comunidade de Paraisópolis, zona sul paulistana, na última quinta-feira (6). Na ocasião, os dois policiais também foram feridos. 

    As imagens das bodycams dos agentes mostram que o suspeito morto durante uma abordagem de patrulhamento pela comunidade reagiu, tentando desarmar as autoridades policiais, conforme anteriormente alegado pela Polícia Militar.  

    Segundo a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), as imagens ainda estão sendo analisadas e, caso confirmado qualquer tipo de irregularidade durante a abordagem, os policiais envolvidos serão responsabilizados.

    Veja o vídeo das bodycams dos policiais:

    A abordagem

    Na manhã da última quinta-feira (6), dois policiais militares realizaram um patrulhamento de rotina no bairro de Paraisópolis.

    As imagens mostram que, por volta das 10h45, um dos agentes auxilia uma mãe da comunidade ajudando a carregar o carrinho de transporte de seu filho dela por uma das vielas do bairro até a rua. Em seguida, após deixar colocar o carrinho no chão, o agente retorna novamente para a mesma viela. 

    Na travessa, um homem, vestindo camiseta azul e bermuda, começa a correr rapidamente e a fugir quando avista os policiais. O policial então saca a arma e tenta abordá-lo, devido à fuga. É quando o suspeito avança contra o agente e tenta desarmá-lo.  

    Segundo a Polícia Militar, ainda durante a tentativa de conter o agressor, ele teria retirado a arma de um dos policiais e, em seguida, efetuado disparos contra os dois agentes. 

    Ambos foram atingidos, um no braço e no colete e o outro na perna. Para tentar soltar o companheiro, que ainda estava sendo contido pelo suspeito, um dos policiais, mesmo ferido, conseguiu sacar sua arma e disparar contra o homem agressor, que foi alvejado e caiu ao chão ferido.

    Posteriormente, todos foram socorridos. Os dois policiais baleados foram encaminhados ao Hospital Israelita Albert Einstein e um deles, liberado ainda no mesmo dia. Já o segundo policial precisou passar por cirurgia.

    De acordo com a PM, ele também já recebeu alta médica e passam bem. O agressor foi encaminhado ao pronto-socorro de Campo Limpo, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito na unidade.

    Procurado pela Justiça

    Segundo as autoridades, o suspeito era foragido da Justiça pelos crimes de roubo e furto.  O caso foi registrado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que investiga o caso.