Peixes são vistos nadando em trecho do rio Pinheiros, em São Paulo

Governador João Doria (PSDB) atribuiu fenômeno à ampliação da rede de esgoto

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Vídeos de peixes nadando no rio Pinheiros, em São Paulo, foram compartilhados nos últimos dias nas redes sociais, contrariando a expectativa para o curso d’água, que há décadas está poluído a ponto de não ser considerado habitável para a vida animal.

Às margens do rio, foi instalada uma ciclovia, de onde um ciclista conseguiu capturar o registro em vídeo — divulgado inclusive pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Em sua conta no Twitter, o governador relacionou o surgimento dos peixes ao programa de despoluição do Pinheiros, que segundo ele já ligou “mais de 230 mil imóveis em áreas periféricas da cidade” à rede de esgoto. 

“Ainda temos muito pela frente, mas reafirmo nosso compromisso de devolver o rio Pinheiros limpo e despoluído até dezembro de 2022”, escreveu Doria.

A despoluição do rio Pinheiros, um gigante de 25 quilômetros que nasce no rio Guarapiranga e tem a sua foz no rio Tietê, é, no entanto, uma promessa antiga dos governos de São Paulo. Desde a década de 1970 há projetos de limpeza do curso d’água, que foram reanunciados e remodelos por sucessivos governos ao longo do tempo.

O governo informa que as obras possuem um investimento total estimado em R$ 1,7 bilhão. O rio é competência estadual e a sua área total, de 271 quilômetros quadrados, abrange bairros nos municípios de São Paulo, Embu das Artes e Taboão da Serra.

Publicado por Guilherme Venaglia

Peixes no rio Pinheiros
Foto: Reprodução / Twitter @jdoriajr

Mais Recentes da CNN