Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Período para pedir isenção da taxa do Enem 2022 começa no dia 4 de abril

    Prazo vai até o dia 15 do mesmo mês; processo deve ser feito através da página do participante

    Datas do Enem 2022 foram publicadas no Diário Oficial nesta quinta (20)
    Datas do Enem 2022 foram publicadas no Diário Oficial nesta quinta (20) CAIO ROCHA/FRAMEPHOTO/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO

    Tiago Tortellada CNN*

    Ouvir notícia

    O período para que os estudantes peçam isenção da taxa de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2022 começa na próxima segunda-feira (4) e vai até o dia 15 de abril.

    Os estudantes que conseguiram isenção de taxa para a prova de 2021, mas que não puderam comparecer, também podem pedir para realizar o teste deste ano gratuitamente, enviando documentos que justifiquem a falta.

    Ambos os pedidos devem ser feitos pela página do participante. O valor que os alunos tiveram de desembolsar para fazer a prova passada foi de R$ 85.

    O resultado de quem poderá fazer a prova sem pagar a taxa sairá no dia 22 de abril, também na página do participante. Aqueles com o requerimento negado podem recorrer entre os dias 25 e 29 de abril, sendo informados da decisão final no dia 6 de maio.

    Uma informação importante é que, para participar da prova, não basta fazer o pedido de isenção de taxa. É necessário fazer a inscrição no exame.

    O edital com as datas das inscrições e provas ainda não foi publicado pelo Inep.

    Quem tem direito à isenção

    Segundo as regras do Enem, têm direito a fazer a prova gratuitamente:

    • todos os participantes que estão cursando a última série do ensino médio este ano em escolas públicas;
    • aqueles que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou sejam bolsistas integrais em escolas privadas – e tenham renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio, ou seja, R$ 1.818 por pessoa;
    • participantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica (membros de família de baixa renda e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) – estes terão que informar o Número de Identificação Social (NIS) único e válido;
    • aqueles que tiveram isenção aprovada no Enem 2021 e não puderam comparecer à prova – é necessário justificar o motivo da ausência*.

    *Todos os documentos deverão estar datados e assinados e não serão aceitos documentos autodeclaratórios ou emitidos por pais ou responsáveis

    *com informações da Agência Brasil

    Mais Recentes da CNN