Pesquisa aponta Kamala como vencedora do debate nos EUA e mais de 8 de outubro

As informações mais importantes do começo desta quinta-feira (8)

Da CNN

Ouvir notícia

Pesquisa da CNN americana aponta Kamala Harris como vencedora do debate entre vices contra Mike Pence, nos Estados Unidos, e a decisão hoje do Supremo Tribunal Federal sobre o depoimento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), no inquérito que investiga suposta interferência na Polícia Federal, são alguns dos destaques da manhã desta quinta-feira, 8 de outubro.

Debate nos EUA

A Covid-19 foi o centro do debate entre os candidatos a vice-presidente dos Estados Unidos. A democrata Kamala Harris acusou o republicano Mike Pence de gerir mal a pandemia no país. Na réplica, Pence afirmou que a adversária “faz política com a saúde das pessoas”. Segundo uma pesquisa feita pela CNN americana, Kamala Harris venceu o debate para 59% dos entrevistados.

Depoimento de Bolsonaro

O Supremo Tribunal Federal decide nesta quinta-feira (8) se Jair Bolsonaro (sem partido) vai depor por escrito no inquérito que investiga suposta interferência na Polícia Federal. A acusação foi feita por Sergio Moro. A defesa do ex-ministro defende que o depoimento do presidente seja pessoalmente.

Jorge Oliveira

A indicação do atual ministro da Secretaria-Geral da presidência, Jorge Oliveira, para o cargo de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) foi confirmada. A nomeação foi publicada nesta quinta-feira (8) no Diário Oficial. Antes da indicação de Kassio Nunes ao STF, Jorge Oliveira era um dos cotados para ocupar a vaga no Supremo.

Lava Jato

Em evento realizado no Palácio do Planalto para o lançamento do programa Voo Simples, Jair Bolsonaro disse que acabou com a operação Lava Jato “porque não há mais corrupção no governo”. A operação foi uma das principais bandeiras de Bolsonaro na campanha presidencial de 2018.

Kassio Nunes

O governo e o Congresso lideram uma estratégia de blindagem ao desembargador Kassio Nunes, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao Supremo Tribunal Federal (STF). A avaliação é de que nenhuma das acusações vai afetar a aprovação dele na sabatina marcada para o próximo dia 21. Nunes já foi alvo de 33 representações no Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Todas foram arquivadas.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

(Edição: André Rigue)

Mais Recentes da CNN