Petrobras, auxílio emergencial e mais de 22 de fevereiro

As notícias mais importantes da noite desta segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Os reflexos da mudança no comando da Petrobras no mercado financeiro, a lotação das UTIs de pacientes com Covid-19 no estado de São Paulo e as tratativas para tentar agilizar o uso de mais duas vacinas contra a doença no Brasil são alguns dos destaques da noite desta segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021.

Em queda

Em dia de incertezas, o dólar fechou em alta e o Ibovespa em queda após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) indicar o general Joaquim Silva e Luna para o comando da Petrobras. A moeda americana fechou em R$ 5,45.

Internações

O estado de São Paulo tem máxima histórica de internações por Covid-19 em UTIs. Novas medidas de restrição devem ser anunciadas pelo governo na quarta-feira (24) para tentar controlar a transmissão do coronavírus.

Auxílio emergencial

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) disse que a nova rodada do Auxílio Emergencial deve ser viável em março. Ele afirmou que basta a aprovação da PEC Emergencial no Senado para o governo liberar o benefício pelos próximos quatro meses.

Doses a caminho

O avião com 2 milhões de doses da vacina de Oxford decolou da Índia com destino ao Brasil. A previsão de chegada do voo é para esta terça-feira (23) em São Paulo. Depois, os imunizantes serão levados para o Instituto Biomanguinhos da Fiocruz, no Rio de Janeiro.

Reunião

Senadores se reuniram com representantes das vacinas da Johnson & Johnson e da Pfizer. As empresas enfrentam resistência do governo por conta de uma cláusula que as exime de responsabilidade por eventuais efeitos negativos da vacina. A Pfizer afirma que, na América Latina, apenas Brasil, Venezuela e Argentina não aceitaram suas condições contratuais.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em https://newsletter.cnnbrasil.com.br

 

Mais Recentes da CNN