PF faz operação no RJ e em SP para combater tráfico internacional de armas

Agentes cumprem mandados de busca e apreensão e de prisão temporária contra organização criminosa que enviava armas, munições e acessórios dos EUA ao Brasil

Apreensão de carregadores e acessórios de arma de fogo em 2019 deu início às investigações
Apreensão de carregadores e acessórios de arma de fogo em 2019 deu início às investigações Foto: Divulgação/Polícia Federal

Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A Polícia Federal (PF) realiza nesta terça-feira (1º) uma operação para desarticular uma organização criminosa responsável pelo tráfico internacional e interestadual de armas de fogo, munições e acessórios.

Na Operação Pneu de Ferro os policiais cumprem sete mandados de busca e apreensão e cinco mandados de prisão temporária, expedidos pela 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Quatro pessoas foram presas em São Paulo e uma em Orlando, nos Estados Unidos.

As investigações tiveram início em 2019, a partir de apreensões de carregadores de fuzis e acessórios de arma de fogo no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro. 

Os policiais identificaram que os materiais apreendidos eram enviados pela organização criminosa, por via postal, a partir das cidades de Kissimmee, Orlando e Tucson, nos Estados Unidos, com objetivo de abastecer facções criminosas.

A PF conta com o apoio da Receita Federal e da Agência de Investigações de Segurança Interna dos EUA (ICE, em inglês).

As informações repassadas pela PF às autoridades norte-americanas resultaram em diversas apreensões e na deflagração da Operação Iron Tire (Pneu de Ferro), também nesta terça, nos EUA.

Mais Recentes da CNN