Ao menos 25 morrem em ação tida pela PM de MG como a maior contra “Novo Cangaço”

À Rádio Itatiaia, de Minas, fontes próximas da operação apontam que pelo menos 25 pessoas morreram no confronto

Ligia TuonCaroline Louiseda CNN

São Paulo

Ouvir notícia

Uma ação conjunta entre a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagrou na madrugada deste domingo o que chamaram de a “maior operação contra o Novo Cangaço” da história do país.

Ao menos 25 pessoas morreram no confronto, mas não há informações sobre policiais feridos. As informações foram adiantadas pela Rádio Itatiaia, de Minas, e confirmadas horas depois pela polícia.

A expressão “Novo Cangaço” é usada pela polícia para designar quadrilhas especializadas em grandes assaltos a bancos.

Por escrito, a polícia diz que a quadrilha visava atacar instituições financeiras em busca de dinheiro em espécie, “provavelmente durante este feriado de Finados”. A organização cita ainda “vários mortos” durante a apuração.

“A quadrilha possuía um verdadeiro arsenal de guerra sendo apreendidos fuzis, metralhadoras ponto 50, explosivos e coletes à prova de balas, além de vários veículos roubados”.

Foram arrecadados ainda diversos objetos perfurantes feitos com pregos retorcidos usados para furar os pneus das viaturas policiais.

A polícia disse que vai fazer uma coletiva ainda hoje para dar atualizações do caso.

Armas apreendidas em operação contra "Novo Cangaço"
Armas apreendidas em operação contra “Novo Cangaço” / PMMG / Divulgação

Mais Recentes da CNN