Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia Civil identifica furto de água de famosa churrascaria do Rio

    Segundo as investigações, a água abastecia o lago do restaurante Assador

    Polícia Civil identifica furto de água de famosa churrascaria do Rio
    Polícia Civil identifica furto de água de famosa churrascaria do Rio PCERJ/Divulgação

    Rafaela CascardoCleber Rodriguesda CNN

    Rio de Janeiro

    Policiais da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados realizaram operação no restaurante Assador, no Aterro do Flamengo, na Zona Sul do Rio, e constaram que o estabelecimento estava furtando água.

    A ação, realizada nesta quinta-feira (18), contou ainda com a participação de um perito do Instituto de Criminalística Carlos Éboli e técnicos da concessionária Águas do Rio. A empresa foi responsável pela denúncia que desencadeou a operação.

    A churrascaria foi autuada após serem identificadas duas derivações (by pass) antes do hidrômetro. Uma delas abastecia o lago do restaurante e a outra adentrava para a edificação. O local tem duas cisternas, uma com capacidade para 35 mil litros e a outra para 60 mil litros.

    Segundo o delegado responsável pelas investigações, Marcello Braga Maia, o gerente do estabelecimento foi conduzido para a delegacia, onde prestou depoimento e identificou os proprietários do local.

    A pessoa jurídica foi notificada, a ligação clandestina desfeita e o hidrômetro externalizado para que seja feita a regularização do fornecimento do serviço. Foi instaurado um inquérito policial para apurar as responsabilidades do furto.

    A assessoria de imprensa do restaurante informou à CNN que não foram encontradas irregularidades no abastecimento de água do lugar. De acordo com o estabelecimento, o cano que abastece o lago faz parte do Aterro do Flamengo e é anterior à concessão do espaço ao grupo.

    O restaurante disse, ainda, que todas as instalações hídricas da casa estão em conformidade com a legislação.