Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia do DF e Interpol prendem em Portugal suspeitos de aplicar golpes financeiros em brasileiros

    Segundo as autoridades, o grupo lavava dinheiro por meio de um restaurante e uma banda de samba

    Operação contra suspeitos de golpes financeiros em Portugal
    Operação contra suspeitos de golpes financeiros em Portugal Divulgação/Polícia Civil do DF

    Elijonas Maiada CNN

    Brasília

    A Polícia Civil do Distrito Federal (PC-DF) e a Interpol cumpriram, na manhã desta sexta-feira (2), dois mandados de prisão em Lisboa, capital de Portugal, contra suspeitos de aplicar golpes financeiros contra brasileiros. Os dois homens eram procurados da lista Difusão Vermelha, segundo a PC-DF.

    De acordo com a polícia, também foram cumpridos bloqueios de contas bancárias e de criptoativos nesta segunda fase da ação. A ação apontou uma organização criminosa sediada em Portugal investigada por falsos investimentos conhecidos como Forex e Day Trade. Os suspeitos, embora sediados em Portugal, buscavam vítimas apenas no Brasil, segundo o inquérito.

    Na primeira fase da ação, em março, cinco pessoas foram presas preventivamente em Portugal, na Alemanha e República Tcheca. Após as primeiras prisões, a investigação apurou que os criminosos tentaram se reorganizar com a substituição dos líderes presos e reinício das atividades.

    O delegado Erick Sallum, responsável pelo caso, explica que, nesta ação, foi possível descobrir a identidade do homem que efetivamente havia gerado os maiores prejuízos a vítimas brasileiras.

    “Uma delas perdeu R$ 1,5 milhão, e um casal residente no DF perdeu cerca de R$ 630 mil”, detalhou. A investigação começou na delegacia do Lago Norte (DF), quando o casal registrou ocorrência.

    O esquema

    Segundo a Polícia Civil, os criminosos ligavam para as vítimas no Brasil se apresentando como analistas de investimento e convenciam as vítimas a investir nos programas de rendimento.

    A PC-DF afirma que o grupo lavava o dinheiro por meio de uma banda de samba e um restaurante em Portugal.

    Sallum diz que todos os presos na primeira fase na Europa aguardam o processo de extradição para o Brasil pelo Departamento de Cooperação Internacional da Polícia Federal. Os dois presos nesta manhã também serão submetidos ao processo de extradição para responderem ao processo no Brasil.