Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Policia Militar apura atuação de agentes que agrediram com cassetetes duas mulheres em MG

    Vídeos das agressões ganharam repercussão na internet e a corporação se manifestou

    PMs agridem mulheres com cassetete na Zona da Mata Mineira
    PMs agridem mulheres com cassetete na Zona da Mata Mineira Redes Sociais

    Daniela Mallmannda CNN

    Um vídeo que viralizou nas redes sociais mostra quatro policiais militares agredindo com golpes de cassetetes duas mulheres durante uma abordagem no último sábado (9).

    O caso aconteceu por volta das 2h na saída da “Feira da Paz”, um evento cultural realizado na cidade de Leopoldina, na Zona da Mata Mineira, em Minas Gerais. Veja vídeo abaixo.

    Nas imagens feitas por populares é possível ouvir um dos policiais gritar por diversas vezes “respeita a polícia” enquanto atinge umas das mulheres com o cassetete. Outras pessoas que estão no local gritam para que a cena seja filmada e o homem que grava o vídeo fala repetidamente “isso é crime”.

    Por meio de nota enviada à imprensa, o 68º Batalhão da Polícia Militar, informou que a corporação está investigando a conduta dos quatro agentes que aparecem nas imagens.

    Segundo a polícia, ocorreram diversas brigas generalizadas na saída do evento e a polícia militar foi acionada para conter a situação. Diante da repercussão dos vídeos, a PM informou que abriu uma investigação interna para apurar a legalidade da atuação dos agentes envolvidos.

    Veja a nota enviada pela PMMG na íntegra:

    No dia 09/09/2023, por volta das 02 horas, durante a saída do evento “Feira da Paz”, no município de Leopoldina/MG, ocorreram diversos focos de “brigas generalizadas”, havendo acionamento da Polícia Militar para intervenção. Neste ínterim, está sendo divulgado, nas redes sociais, um vídeo em que houve a necessidade do uso da força pela Polícia Militar. Devido ao ocorrido, será realizada apuração, através dos registros institucionais, vídeos e relatos recebidos pela Polícia Militar, no intuito de analisar a legalidade da atuação policial diante dos confrontos ocorridos nesta data. Desde já a Polícia Militar de Minas Gerais se coloca à disposição para esclarecimentos, se mantendo atenta à proteção da vida e da manutenção da ordem pública no município de Leopoldina/MG.

    Veja também: Polícia não pode decidir quem deve morrer, diz à CNN presidente do Condepe