Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia prende mentor da “Barbárie de Queimadas” no Rio de Janeiro

    Criminoso estava foragido há 3 anos, quando fugiu de uma prisão na Paraíba; em 2012, cinco mulheres foram brutalmente estupradas

    Prisão ocorreu após parceria entre as polícias do Rio e da Paraíba
    Prisão ocorreu após parceria entre as polícias do Rio e da Paraíba Divulgação

    Ana CoelhoJulia Fariasda CNN*

    A Polícia Civil da Paraíba prendeu na manhã desta terça-feira (19) Eduardo dos Santos Pereira, o mentor do caso conhecido como “Barbárie de Queimadas”. A prisão ocorreu em decorrência de uma parceria com a Polícia Civil do Rio de Janeiro,

    Em 2012, durante uma festa de aniversário, cinco mulheres foram brutalmente estupradas por homens que elas consideravam ser seus amigos. Durante o crime, duas das vítimas foram violentamente assassinadas por terem identificado seus agressores.

    Segundo a polícia, a investigação policial resultou na condenação de seis homens e na aplicação de medidas socioeducativas a três adolescentes.

    A prisão do mentor do crime ocorreu em uma casa alugada na cidade de Rio das Ostras, a cerca de 200 quilômetros da capital fluminense.

    Condenação e fuga

    Em 2014, Eduardo foi condenado a 108 anos e 2 meses de reclusão por diversos crimes, incluindo dois homicídios, formação de quadrilha, cárcere privado, corrupção de menores, porte ilegal de arma e cinco estupros.

    O criminoso também foi condenado a 1 ano e 10 meses de detenção pelo crime de lesão corporal contra um dos adolescentes envolvidos nos crimes.

    De acordo com a polícia, ele estava foragido há três anos, desde 2020, quando escapou de um presídio de segurança máxima na Paraíba.

    * Sob supervisão. Com informações de Isabelle Saleme

    Tópicos

    Tópicos