Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia prende um dos suspeitos de matar PM que monitorava milicianos no RJ

    Polícia investiga a participação um segundo homem, também preso nesta quarta-feira (29),

    PM Vaneza Lobão, morta em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro
    PM Vaneza Lobão, morta em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro Reprodução/redes sociais

    Rafaela Cascardoda CNN

    Um homem suspeito de envolvimento na morte da cabo da policial militar Vaneza Lobão, de 31 anos, foi preso na tarde desta quarta-feira (29) pela 8ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar, onde a vítima trabalhava. Os agentes encontraram o suspeito em Cosmos, na Zona Oeste do Rio.

    Segundo a polícia, o preso é conhecido como “Gordinho”, suspeito de integrar milícia de Luis Antônio da Silva Braga, o Zinho, atuante na Zona Oeste da Cidade do Rio. Com ele, foram apreendidos uma pistola e quatro carregadores. O homem foi encaminhado para a delegacia de Santa Cruz, ainda na Zona Oeste.

    Agentes do batalhão da região também prenderam, nesta quarta, um homem que circulava armado pelo bairro. Uma pistola foi apreendida e ele também foi levado para a delegacia de Santa Cruz. A Polícia Civil investiga se esse homem também tem envolvimento com o assassinato da PM.

    Vaneza foi morta a tiros em frente à sua casa na noite da última sexta-feira (24), em Santa Cruz. Ela foi atingida quando estava no carro. Os criminosos armados e encapuçados fugiram.

    A Polícia Militar do Rio confirmou que Vaneza trabalhava em um setor dedicado à investigação de milicianos e contraventores. O corpo da militar foi sepultado no domingo (26), no cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste. No mesmo dia, o governador do Rio, Cláudio Castro, disse haver indícios de que a agente tenha sido morta por milicianos. A Delegacia de Homicídios da Capital continua investigando o caso. Leia a nota da Polícia na íntegra:

    A Assessoria de Imprensa da Polícia Militar informa que, nesta quarta-feira (29/11), equipes da 8ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) prenderam o criminoso conhecido como “Gordinho”, suspeito de integrar milícia de Luis Antônio da Silva Braga, o Zinho, atuante na Zona Oeste da Cidade do Rio.

    Informações de Inteligência também apontam “Gordinho” como um dos suspeitos de envolvimento no assassinato da policial militar Vaneza Lobao, de 31 anos, ocorrida na última sexta-feira (24/11)

    O preso foi localizado na Rua Girassol, em Cosmos, e com ele foi apreendida uma pistola calibre 9 mm e quatro carregadores.

    A ocorrência foi apresentada na 36ª DP.