Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Polícia procura padre suspeito de atropelar homem que teria furtado igreja

    Homem atropelado foi preso em flagrante por ter estar com roupas de um bazar da igreja; carro pertence à Diocese de Ourinhos

    Carolina FigueiredoDanúbia Bragada CNN

    em São Paulo

    A Polícia Civil de São Paulo investiga um atropelamento na cidade de Santa Cruz do Rio Prado, no interior do estado, que teria sido cometido por um padre contra um suspeito de cometer furtos na igreja.

    O atropelamento, ocorrido no último sábado (7), foi flagrado por câmeras de segurança, que mostram o momento em que o carro é deliberadamente jogado contra um homem que passava na calçada.

    O suspeito pelo atropelamento é o padre Gustavo Trindade dos Santos. Segundo a polícia, o homem atropelado cometeu furto na paróquia de Santa Cruz do Rio Pardo no mesmo dia. Ele roubou sacos de roupas que foram recolhidos pela igreja para um bazar. As roupas foram encontradas com ele após o atropelamento.

    Dois dias antes, outro furto havia ocorrido na igreja, porém não há confirmação de ter sido o mesmo autor. O carro utilizado pelo padre no atropelamento pertence à Diocese de Ourinhos e foi encontrado na segunda-feira (9) cidade, mas o padre ainda não foi localizado.

    O homem atropelado foi preso em flagrante pelo furto e segue sob escola policial internado na Santa Casa da cidade. Testemunhas que viram o atropelamento já prestaram depoimentos e as diligências seguem para localização do padre.

    A  Diocese de Ourinhos disse, em comunicado, que acompanha o caso relativo à Paróquia de São Sebastião de Santa Cruz do Rio Pardo, onde atuaria o padre. “Os fatos estão sendo apurados e providências cabíveis serão tomadas”, complementa.

    O caso foi registrado no 1ª Departamento de Polícia de Ourinhos e é investigado no 1º DP de Santa Cruz do Rio Pardo.