Capitais registram ‘panelaço’ após anúncio de demissão de Mandetta

Após embates sobre política de combate ao coronavírus, médico foi demitido por Jair Bolsonaro

Brasileiros fazem 'panelaço' após demissão de Mandetta
Brasileiros fazem 'panelaço' após demissão de Mandetta Foto: Alessandro Buzas/Futura Press/Estadão Conteúdo

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Após anúncio da demissão de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, na tarde desta quinta-feira (16), diversas regiões do Brasil registraram panelaços como forma de protesto pelo ato. Além das manifestações das janelas dos prédios, hashtags debatendo o assunto começaram a ser usadas por internautas na plataforma Twitter.
A hashtag #ForaBolsonaro entrou nos trends com mais de 8.300 tweets, bem como #BolsonaroGenocida, com mais de 7.500 tweets. A hashtag #FicaMandetta também permaneceu no topo das publicações após a demissão. 

Em São Paulo, houve registro de panelaço em bairros como Perdizes, Pompeia, Vila Mariana, Vila Madalena, Moema, entre outros. Já no Rio de Janeiro, Botafogo e Copacabana também tiveram protestos com as panelas, ato que tem se tornado cada vez mais comum durante acontecimentos políticos no Brasil.

Leia também: 

Quem é Nelson Teich, substituto de Mandetta no Ministério da Saúde

Brasília também teve registros de panelaço no momento da demissão e durante pronunciamento de Jair Bolsonaro sobre a demissão.

Em meio à pandemia de coronavírus, Luiz Henrique Mandetta usou as redes sociais nesta tarde para divulgar sua saída do Ministério: “Acabo de ouvir do presidente Jair Bolsonaro o aviso da minha demissão do Ministério da Saúde. Quero agradecer a oportunidade que me foi dada, de ser gerente do nosso SUS, de pôr de pé o projeto de melhoria da saúde dos brasileiros e de planejar o enfrentamento da pandemia do coronavírus, o grande desafio que o nosso sistema de saúde está por enfrentar”, escreveu Mandetta.

 

Mais Recentes da CNN