Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Por que militares dos EUA estão fazendo treinamento na Amazônia?

    Lula autorizou a entrada de 294 militares norte-americanos no país para Operação Core 23

    Militares dos Estados Unidos que estão em treinamento no Brasil
    Militares dos Estados Unidos que estão em treinamento no Brasil Divulgação/CMN

    Douglas Portoda CNN

    em São Paulo

    O Exército Brasileiro realizará, entre os dias 1º e 16 de novembro, a Operação Core 23, com militares dos Estados Unidos.

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) autorizou a entrada de 294 militares norte-americanos no país, além de “armamentos, acessórios, munições, optrônicos, dispositivos ópticos, sensores e equipamentos de comando, controle de comunicação”. Eles já estão em território brasileiro.

    A CNN separou, a seguir, alguns pontos para entender a operação.

    O que é a Operação Core?

    A Core, sigla em inglês para Exercício Combinado de Operação e Rotação, faz parte de um programa de cooperação entre o Brasil e os Estados Unidos, que estipula a realização de exercícios militares bilaterais anualmente até 2028.

    A primeira edição da operação aconteceu no Brasil, em 2021, na região do Vale do Paraíba, no estado de São Paulo. A segunda ocorreu em Louisiana, no estado de Nova Orleans, nos EUA, em 2022.

    O que as tropas fazem nesses treinamentos?

    Nos treinamentos, as tropas dos dois países compartilham experiências e trocam conhecimentos de doutrina, técnicas, táticas e procedimentos de defesa.

    A partir disso, ampliam a capacidade das duas forças de trabalhar em conjunto e o desenvolvimento da doutrina militar terrestre.

    Parte dos militares dos Estados Unidos embarcando de Belém rumo à Macapá / Divulgação/CMN

    Como será o treinamento em 2023?

    A tropa brasileira do Comando Militar do Norte (CMN) contará com 1,2 mil militares, que se juntarão aos quase 300 norte-americanos.

    A operação será dividida em três fases:

    1. Entre 2 e 4 de novembro, em Belém, militares norte-americanos participarão do Estágio de Vida e Combate na Selva. A aula é ministrada por militares do 2º Batalhão de Infantaria de Selva;
    2. Em 6 de novembro, em Macapá, militares participarão de uma cerimônia de formatura e, posteriormente, do painel “A Mulher nas Forças Armadas. O debate reunirá militares convidados, especialistas dos dois países, que discutirão o ingresso de mulheres em carreiras militares;
    3. Entre 7 e 16 de novembro, os municípios de Ferreira Gomes, Oiapoque e o distrito de Clevelândia do Norte, no Amapá, receberão os treinamentos de assalto aeromóvel com helicópteros do Exército Brasileiro e operações em ambiente de selva.

    O encerramento do programa será em 16 de novembro, no Oiapoque, na Companhia Especial de Fronteira.