Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Praia da Baleia e Fazenda da Toca: refúgios de Abílio Diniz prestam serviços à comunidade

    Empresário tinha preocupação com a qualidade de vida e o contato direto com a natureza, mas refúgios também entregaram serviços à sociedade

    Fazenda da Toca / Divulgação

    Pedro Duranda CNN

    Os lugares escolhidos por Abílio Diniz para refletir, descansar e reunir a família ficam a cerca de 200 quilômetros da cidade de São Paulo, onde ele vivia. Para chegar na praia da Baleia, bastam duas horas e meia de carro. Até a Fazenda da Toca são menos de três horas.

    Localizada no município de Itirapina, a Fazenda da Toca se tornou patrimônio da família Diniz em 1971. Ela fica na região de São Carlos, interior de São Paulo, e é uma referência em sustentabilidade. Com seus 2300 hectares já foi território de citricultura, pecuária e recebeu até competições de polo. A cavalgada sempre foi um hobby na família. Hoje, se dedica a ovos, leite e grãos orgânicos.

    A ideia foi uma aposta de Pedro Paulo Diniz, filho de Abílio e ex-piloto de Fórmula 1, em 2009. Assim, a fazenda acabou se tornando a maior produtora de ovos orgânicos do país. As galinhas comem comida orgânica, passeiam livremente pelo pasto e são tratadas até com homeopatia animal.

    “Realmente nossa atuação no planeta está destruindo muita vida, prejudicando muito o nosso sofrido planeta. […] Mas eu estou muito animado porque nós temos uma solução que todo mundo quer mundo inteiro e nós temos que fazer ela acontecer. E eu estou dedicando muito a maior parte do tempo e minha vida pra fazer isso acontecer”, disse Pedro Paulo em uma apresentação em 2019.

    Para incentivar a discussão sobre sustentabilidade e cultivo de orgânicos, o espaço oferece curos, visitas guiadas e vivências sobre o tema.

    Do campo à serra do mar, a praia da Baleia, em São Sebastião, foi o local escolhido por Abílio para os dias de verão. A escolha foi cerca de 15 anos atrás. Antes, Abílio frequentava as praias do Guarujá, no litoral Sul.

    No início de 2023 a propriedade da família Diniz teve papel fundamental nos resgates das pessoas que sofreram com as chuvas que atingiram o litoral Norte.

    É que a proximidade da casa de Abílio com o epicentro da tragédia foi decisiva. A região não tem heliponto. Por isso, Abílio gentilmente cedeu a área de seu terreno para que os helicópteros com doações de água e mantimentos pudessem pousar e para que as pessoas tivessem um caminho para sair de lá.

    “Abílio sempre teve um olhar especial, carinhoso, com a cidade de São Sebastião, participando dos investimentos sociais, socioambientais… Ele deixou sua marca não apenas na tragédia, quando empresta o helicóptero pessoal, quando empenha ajuda pessoal, a família participando do apoio, resgate às vítimas, mas auxilia na sequência também, participando das doações, do apoio, da continuidade das ações em função do reestabelecimento da vida”, contou à CNN o prefeito da cidade, Felipe Augusto.