Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Prefeitura de SP interdita trecho da avenida Eliseu de Almeida devido a cratera

    Via da Zona Oeste será compartilhada nos sentidos Centro e Taboão da Serra a partir desta segunda-feira (13), além disso, os itinerários de ônibus serão mantidos; veja as mudanças

    Cratera aberta na avenida Eliseu de Almeida, no bairro do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo
    Cratera aberta na avenida Eliseu de Almeida, no bairro do Butantã, na Zona Oeste de São Paulo Ronaldo Silva/Photopress/Estadão Conteúdo

    Lucas RochaCarolina Figueiredoda CNN em São Paulo

    A prefeitura de São Paulo interditou um trecho da avenida Eliseu de Almeida, no bairro do Butantã, na Zona Oeste da cidade após a abertura de uma cratera na via devido ao rompimento de uma obra da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp).

    A via da Zona Oeste será compartilhada nos sentidos Centro e Taboão da Serra a partir desta segunda-feira (13), além disso, os itinerários de ônibus serão mantidos.

    Segundo a prefeitura, a Sabesp realizava intervenção em um coletor de esgoto, que rompeu e danificou trecho da via entre a avenida Ministro Lauro Ferreira até a Rua Santa Albina.

    De acordo com o prefeito Ricardo Nunes, uma das medidas será fazer o compartilhamento da avenida tanto no sentido Taboão da Serra quanto Centro. Na altura da Rua Mário Dias, local onde ocorre a obra da Sabesp, a via está bloqueada apenas nesse sentido por questões de segurança.

    “Organizamos uma ação emergencial. Essa medida entrará em vigor a partir desta segunda-feira. E 25 agentes da CET estarão cuidando da sinalização. A Sabesp se comprometeu a acelerar essa obra e entregá-la até sexta-feira (17), para liberarmos a Eliseu de Almeida”, explicou o prefeito. “A ação da Prefeitura é corrigir a questão do trânsito, acompanhar a obra, cobrar agilidade da Sabesp e manter o transporte coletivo atendendo a população de forma satisfatória”, completou.

    Em nota, a Sabesp informou que técnicos trabalham no conserto do coletor-tronco de esgoto e que não há desabastecimento de água.

    “O foco dos serviços é a estabilização do terreno e, na sequência, a recuperação de trechos danificados. Não é possível estimar prazos. Um dos motivos da situação é a sobrecarga da tubulação provocada pelas conexões indevidas da água das chuvas de imóveis para as redes de esgoto”, disse a empresa em nota.

    Acidente foi provocado por uma obra da Sabesp, que causou o rompimento em um coletor de esgoto / Ronaldo Silva/Photopress/Estadão Conteúdo

    Transporte coletivo

    A SPTrans informou que a partir desta segunda-feira (13) sete linhas de ônibus vão trafegar por uma faixa reversível montada na Avenida Eliseu de Almeida, no Butantã, no sentido Centro, no trecho entre a Rua Lauro Ferreira até a Rua Santa Albina, para a realização de reparos.

    Foram criados dois pontos de ônibus provisórios no trecho da reversível. Os técnicos da SPTrans monitoram as linhas e os pontos, dando suporte à operação. Juntas, as linhas transportam 47 mil passageiros por dia e pela via passam 39 ônibus por hora nos horários de pico.

    Linhas envolvidas:

    • 8020/10 Butantã – Shop. Morumbi
    • 8018/10 Vl. Sônia – Metrô Morumbi
    • 8072/10 Pq. Ipê – Metrô Morumbi
    • 756A/10 Jd. Paulo VI – Term. Água Espraiada
    • 746H/10 Jd. Jaqueline – Sto Amaro
    • 809L/10 Campo Limpo – Lapa
    • N842/10 Term. Pinheiros – Cohab Raposo Tavares