Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Preso na Bahia suspeito de chefiar golpes milionários em vários estados do Brasil

    Esquema teria movimentado R$ 90 milhões; criminosos invadiam celulares das vítimas para fazer as transferências ilícitas de valores

    Agentes durante operação na Bahia
    Agentes durante operação na Bahia Gaeco-BA

    Camila Tíssiada CNN Salvador

    Um homem, apontado como um dos principais operadores de um esquema milionário de fraudes bancárias em todo o país, foi preso na manhã desta quarta-feira (10), em Feira de Santana, a cerca de 100 km de Salvador.

    A ação foi realizada pelo Ministério Público da Bahia (MPBA), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco), que aponta uma movimentação de R$ 90 milhões do grupo investigado.

    As equipes do Gaeco também cumpriram mandado de busca e apreensão na residência do suspeito, que não teve a identidade revelada.

    Segundo o Ministério Público, o cumprimento dos mandados faz parte da ‘Operação Mão Fantasma’, deflagrada também pelo MP de Santa Catarina, com ações em sete estados. Além do estado catarinense, são cumpridos 34 mandados de prisão preventiva e 73 mandados de busca e apreensão São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia, Paraíba e Ceará.

    O objetivo é desarticular três organizações criminosas de âmbito nacional especializadas em fraudes bancárias, especialmente na prática dos golpes conhecidos como “mão fantasma/acesso remoto” e “falsa central de atendimento”.

    O MP afirmou também que, a investigação começou no final de 2022, após boletins de ocorrência relatarem a retirada de valores de contas bancárias das vítimas.

    No esquema, os criminosos obtêm inicialmente o acesso a uma lista de correntistas de uma instituição financeira específica. Em seguida, utilizam aplicativos de gerenciamento remoto para controlar os celulares. Então as vítimas são induzidas a instalarem programas, enquanto eles conseguem realizar as transferências ilícitas de valores.

    Tópicos

    Tópicos