Procuradoria denuncia homem que ameaçou diretores da Anvisa em outubro

Caberá agora à Justiça decidir se transforma o investigado em réu pelo crime de ameaça

Fachada da sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)
Fachada da sede da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Basília RodriguesVianey Bentesda CNN

em Brasília

Ouvir notícia

A Procuradoria da República no Distrito Federal denunciou à Justiça Federal o homem acusado de enviar ameaças, em outubro, a diretores da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Caberá agora à Justiça decidir se transforma o investigado em réu pelo crime de ameaça.

A denúncia ocorre após a Polícia Federal concluir inquérito em que confirmou o crime. O investigado, o empresário Douglas Bozza, foi ouvido pela PF.

Além dos diretores da Anvisa, o homem é acusado de endereçar ameaças também para funcionários da Secretaria de Educação do Paraná, estado onde mora.

Como a CNN divulgou, o homem escreveu um e-mail, em tom de ultimato, em que afirma que atentaria contra a vida dos responsáveis pela autorização de vacinas para crianças. Ele se identificou com nome, CPF, disse ser pai de uma criança e que não iria vaciná-la.

“Deixando bem claro para os responsáveis, de cima para baixo: quem ameaçar, quem atentar contra a segurança física do meu filho será morto”, afirmou no texto do e-mail.

Mais Recentes da CNN