Projeto reúne histórias de pessoas que morreram por COVID-19

Edson Pavoni fala à CNN sobre o projeto colaborativo Inumeráveis

Lia Bock,

da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

“A melhor amiga de infância de qualquer um em cinco minutos. Imagina um ônibus cheio. Agora pensa uma pessoa entrando e inventando uma cena de teatro que faz todo mundo rir. Isso aconteceu e essa era Erika. Ela juntava seu sonho de ser atriz com sua habilidade de manter tudo ao seu redor feliz. Mesmo atravessando tantas dificuldades, negra, morando na periferia, sofrendo preconceitos, com seis irmãos mais novos e tendo enterrado os pais muito nova, ela conseguia elevar a energia de todo mundo, e com isso, ser ainda mais forte. Tirava de letra os caminhos curvilíneos que a vida proporcionava, os transformava em uma dança alegre e convidava a todos para dançarem junto, o que aliás, era irrecusável.”

Erika nasceu em Taubaté e faleceu em São Paulo aos 39 anos, vítima do novo coronavírus.

Este é um dos textos homenagem do projeto colaborativo Inumeráveis, que transforma a frieza dos números de mortos na pandemia em pessoas com nome e história. Entrevistamos Edson Pavoni, o artista que criou o site. Ele conta como enviar histórias ou ser voluntário para a organização do memorial.

Leia também:

E se uma vacina contra a COVID-19 nunca for desenvolvida? Já passamos por isso

Pandemia transforma rotina de profissionais de saúde no Brasil

 

 

Mais Recentes da CNN