Fabrício Queiroz pede autorização à Justiça para fazer cirurgia

Desembargador autorizou que ex-assessor de Flávio Bolsonaro faça exames pré-operatórios

Foto de Fabrício Queiroz na chegada ao complexo penitenciário em Bangu 8
Foto de Fabrício Queiroz na chegada ao complexo penitenciário em Bangu 8 Foto: CNN (23.jun.2020)

Leandro Resende

Da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Em prisão domiciliar há quase um mês, Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) pediu autorização à Justiça para realizar uma cirurgia no ombro direito. A CNN teve acesso ao pedido protocolado na Justiça. Queiroz também pediu para fazer dois exames de imagem antes de ser operado ainda neste mês.

O pedido foi feito para o desembargador Milton Fernandes de Souza, relator do caso das rachadinhas no Órgão Especial do Tribunal de Justiça. O magistrado assumiu o caso após o deslocamento da investigação para segunda instância. Ele já autorizou que Queiroz faça os exames pré-operatórios para, segundo sua decisão, “não gerar nulidades” no processo.

Leia e assista também

Michelle Bolsonaro recebeu ao menos R$ 72 mil de Queiroz entre 2011 e 2016

Fabrício Queiroz negocia delação premiada com o MP

Vídeo mostra primeiro depoimento de Fabrício Queiroz; assista

Queiroz tratou-se de um câncer nos últimos dois anos. Em contato com a CNN, a defesa do ex-assessor se limitou a dizer que o pedido para cirurgia foi feito por “recomendação médica”. O estado de saúde de Queiroz é tema de parte de seu pedido de prisão, feito pelo Ministério Público do Rio. “Enquanto sua defesa omitia dos autos seu paradeiro e alegava problemas de saúde que o impediriam de depor, Fabrício Queiroz escondia-se na cidade paulista de Atibaia fazendo churrascos regados a bebidas alcoólicas”, diz trecho do pedido de prisão do ex-assessor.

Mais Recentes da CNN