Recorde da casos de Covid na Argentina, alta no preço da ceia de Réveillon e mais de 30 de dezembro

5 Fatos Tarde, apresentado por Gloria Vanique, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

Gabriel Fernedada CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Isenção de vacinação em unidades federais de ensino, ceia de Réveillon mais cara e recorde de casos de Covid-19 na Argentina são alguns dos destaques da tarde desta quinta-feira, 30 de dezembro de 2021.

Isenção de vacinação em unidades federais

Um despacho do Governo Federal isenta a necessidade de vacinação como condição para o retorno das atividades presenciais nas unidades federais de ensino. A medida engloba alunos, professores e funcionários. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União. O documento prevê apenas a implementação de protocolos sanitários.

Recorde de casos de Covid-19 na Argentina

A Argentina atingiu o recorde diário de novos casos de coronavírus nesta quarta-feira (29). Foram 42 mil infecções. O recorde anterior de 41 mil casos tinha sido batido em maio. O Ministério da Saúde do país ainda informou que 26 pessoas morreram pelo vírus.

Vacinação no Brasil

As quatro vacinas contra a Covid-19 aplicadas no Brasil oferecem alto grau de proteção contra os sintomas da doença para quem já foi infectado antes. É isso que indica um estudo da Fundação Oswaldo Cruz.

Preço da ceia de Réveillon

A ceia de Réveillon vai ser até 20% mais cara este ano. De acordo com dados da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o frango e a carne bovina são os itens com maior alta nos preços.

Movimentos nas estradas

O movimento nas estradas paulistas deve aumentar já a partir desta quinta-feira (30). Segundo a Agência de Transporte do Estado (Artesp), mais de 5 milhões de veículos devem passar pelos quatro principais corredores rodoviários que ligam a capital paulista ao interior e litoral.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

Mais Recentes da CNN