Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Repatriados voltam a fazer apelo por familiares em Gaza

    Grupo abrigado no interior de São Paulo se reuniu nesta sexta (17) com secretário nacional de Justiça

    Brasileiros repatriados de Gaza chegam a abrigo no interior de SP.
    Brasileiros repatriados de Gaza chegam a abrigo no interior de SP. CNN

    Jussara Soaresda CNN

    O secretário nacional de Justiça, Augusto de Arruda Botelho, visitou nesta sexta-feira (17) 13 repatriados da Faixa de Gaza que estão acolhidos em um abrigo no interior de São Paulo. Na conversa, o grupo voltou a fazer apelos para que o governo federal resgate familiares próximos que seguem na região mais crítica do conflito entre Israel e Hamas.

    “Eles estão bem, estão acolhidos, mas todos muito preocupados com os familiares em Gaza e voltaram a pedir ajuda para retirá-los de lá. Reforcei o que o presidente Lula disse que vai se empenhar para não deixar ninguém para trás”, disse Botelho à CNN.

    Na quinta (16), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) conversou com o presidente de Israel, Isaac Herzog. No telefonema, que durou 40 minutos, o presidente agradeceu a saída dos 32 brasileiros e familiares e comunicou que o país prepara uma nova lista para resgatar mais pessoas.

    Durante a visita, o secretário informou ao grupo que diversas empresas procuraram a Secretaria Nacional de Justiça (Senajus) para oferecer vagas de trabalho aos repatriados. Técnicos do governo federal vão identificar o perfil de cada um para ajudar na busca por oportunidades adequadas

    Medidas de apoio

    Técnicos dos ministérios da Saúde e do Desenvolvimento Social vão seguir no abrigo até a próxima semana fazendo a adaptação das famílias que chegaram de Gaza na última segunda-feira (13). No local, o grupo está tendo aulas de português e atendimento psicológico.

    De acordo Augusto Botelho, todos repatriados que estão no local já fizeram o cadastro para receber benefícios sociais do governo federal, entre eles o Bolsa Família.

    Ao todo, 22 repatriados de Gaza chegaram ao abrigo no interior de São Paulo na tarde de quarta-feira (15), depois de passarem duas noites na Base Aérea de Brasília. Na noite de quarta, porém, nove pessoas deixaram o abrigo e foram para um hotel localizado na região do Cambuci, na região central de São Paulo, providenciado pela Federação Árabe Palestina do Brasil (Fepal) e pela ONG Refúgio Brasil.

    O grupo que decidiu permanecer por tempo indeterminado, já que solicitaram a ajuda por não terem onde se instalar no Brasil.

    Situado na zona rural, o abrigo tem espaço administrativo, salas de aula, áreas de lazer e alojamentos. O espaço funcionava como uma espécie de hotel fazenda, mas foi reformado para receber refugiados.

    Atualmente, há 119 afegãos no local, que já abrigou também venezuelanos e haitianos.