Rezende: Bolsonaro fez aglomeração indevida perto de termos 500 mil mortes

No quadro Liberdade de Opinião, Sidney Rezende analisou passeio de moto que presidente da República, acompanhado de ministros, fez em SP no fim de semana

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta segunda-feira (14), Sidney Rezende comentou o passeio de moto que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez em São Paulo com apoiadores no fim de semana.

O presidente estava acompanhado pelos ministros do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Bolsonaro parou para tirar fotos e falar com apoiadores e causou aglomeração. Presidente, ministros e mais seis parlamentares foram multados pelo governo estadual por não usarem máscara.

“Toda e qualquer manifestação, seja do governo ou da oposição, que vise demonstrar força e que os apoiadores estão ali fechados com aquela proposta, neste preciso momento, tem essa conotação [eleitoral]”, avaliou Rezende.

“Aglomeração é completamente indevida, seja em manifestações governistas ou oposicionistas, porque estamos muito próximos de alcançar 500 mil mortos [por Covid-19], que é uma marca absolutamente humilhante para o povo brasileiro, as autoridades e espanta o mundo.”

“Essas aglomerações não contribuem nesse momento. Nós estamos ainda com vacinação incipiente. O percentual de brasileiros vacinados com a segunda dose é de 11,17%, são 23 milhões. Por esse aspecto, as manifestações em geral são condenáveis. Vamos saber se depois o presidente e esses ministros vão pagar a multa por estarem sem máscara.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Sidney Rezende no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (14.jun.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN