Rio chega a 106 mortes por COVID-19; pelo menos 1.938 pessoas foram infectadas

Boletim foi divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde.

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Em um dia, 17 pessoas morreram de COVID-19 e 250 novos casos da doença foram confirmados no estado do Rio de Janeiro, segundo boletim divulgado nesta quarta-feira (8) pela Secretaria Estadual de Saúde. Ao todo, desde o início da pandemia, o RJ registra 106 mortos e 1.938 casos confirmados da doença. Além desses, outras 78 mortes estão sob investigação.

Os mortos confirmados nesta quarta-feira são de 14 moradores da capital – sete homens e sete mulheres, com idades variando entre 61 e 85 anos – e três de Duque de Caxias. Duas delas eram mulheres, de 73 e 77 anos. O outro morador era um homem de 56.

Leia também

Renda e alimentação pioraram em favelas durante pandemia, diz pesquisa

Dois médicos morrem em decorrência do coronavírus no Rio de Janeiro

Dentre as 106 mortes já confirmadas pelo novo coronavírus no estado, 73 delas aconteceram na cidade do Rio. Ao todo, 50 municípios do estado do Rio registram casos da doença. A maior concentração também está na capital fluminense, com 1.449 notificações. 

Oito óbitos foram registrados em Duque de Caxias. Belford Roxo e São Gonçalo já confirmaram três mortes cada uma pela doença. Iguaba Grande, Itaboraí, Niterói, Nova Iguaçu, Rio Bonito e Volta Redonda (duas mortes cada uma) e Arraial do Cabo, Maricá, Mesquita, Miguel Pereira, Petrópolis, Rio das Ostras e São João de Meriti, com uma morte cada cidade, completam o número de vítimas.

Quarentena

Na terça-feira, o governador Wilson Witzel (PSC) afirmou que o estado deve adotar medidas mais restritivas para impedir a circulação de pessoas, caso a população não respeite a quarentena para prevenir a proliferação do novo coronavírus. Apesar da taxa de pacientes recuperados ser de 24%; a taxa de mortalidade é de 4,8% no estado.

Mais Recentes da CNN