Rio começa a vender ingressos para os desfiles do carnaval de 2022 nesta quinta

Venda será feita somente pela internet e valores variam entre R$160 e R$ 500; pagamento poderá ser parcelado em até quatro vezes

Isabelle Resendeda CNN

no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

Começa nesta quinta-feira (14), às 9h, a venda dos ingressos para os desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial do carnaval no Rio de 2022. Todo o processo será feito através do site da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) e não haverá venda presencial.

Os desfiles na Marquês de Sapucaí estão marcados para os dias 27 e 28 de fevereiro (domingo e segunda-feira). No dia 5 de março (sábado) se apresentam as campeãs. Para os interessados em efetuar a compra, a organização recomenda que seja feito um cadastro prévio no site de vendas para criação de login e senha, necessários no momento da compra.

Serão disponibilizados ingressos para todos os setores: arquibancadas especiais, turísticas numeradas do setor 9 e as cadeiras individuais do setor 12.

Os valores do ingresso inteiro variam entre R$160 e R$ 500 e o pagamento poderá ser parcelado em até quatro vezes. Será permitida a venda de até quatro ingressos por CPF para cada dia de defiles (domingo e segunda-feira). Já para o sábado das campeãs poderão ser vendidos até 10 ingressos por CPF.

A retirada dos ingressos poderá ser realizada entre 14 e 26 de fevereiro de 2022 e nos dias 3 e 4 de março na Central Liesa de Atendimento e Vendas. Para retirada, o comprador deverá ir ao local indicado, no período determinado no momento da compra, e apresentar um documento de identificação com foto, o comprovante de compra e o cartão de crédito utilizado para o pagamento.

O trabalho nos barracões das escolas de samba do Rio de Janeiro para o carnaval 2022 já começou. Caso não aconteçam em fevereiro, a Liga das Escolas de Samba (Liesa) tem como plano B uma apresentação no sambódromo no mês de julho.

Embora ainda não tenham a verba da Prefeitura, as escolas já começaram a receber os direitos de transmissão e os incentivos e transferências do governo do Estado, que, somando valores repassados e isenção de impostos a patrocinadores, deve investir mais de R$ 20 milhões nos desfiles do ano que vem. O resultado disso, nos cálculos da Fundação Getúlio Vargas, é um impacto de R$ 4,5 bilhões circulando na cidade ao longo dos dias de festa.

Mais Recentes da CNN