Rio de Janeiro registra seis mortes por coronavírus em quatro comunidades

Casos de óbito por COVID-19 foram confirmados nas favelas da Rocinha, Vigário Geral, Complexo da Maré e Manguinhos

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Até a manhã desta quinta-feira (9), foram registradas seis mortes por coronavírus em quatro comunidades do Rio de Janeiro. Duas ocorreram na Rocinha, outras duas em Vigário Geral. Complexo da Maré e Manguinhos registraram um óbito cada. 

Diante dos primeiros casos confirmados, a Prefeitura do Rio iniciou, nesta quinta, um trabalho de higienização na comunidade da Rocinha, que é a maior do estado e uma das maiores do país. 

Na semana passada, o secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, havia afirmado à CNN que a pasta considerava um desafio lidar com o coronavírus nas comunidades e vê que há problemas em pedir isolamento social nesses locais.

Segundo dados mais recente da Secretária de Saúde do Rio de Janeiro, até às 19h da quarta-feira (8), o estado tinha 1.938 casos e 106 mortes confirmados, além de 78 óbitos em investigação. 

Mais Recentes da CNN