Rio prioriza vacinação contra Covid-19 em profissionais da educação básica

Por conta da imunização, prefeitura suspende aulas presenciais por dois dias

Mylena Guedes, da CNN, no Rio

Ouvir notícia

A vacinação contra Covid-19 no Rio de Janeiro será destinada exclusivamente aos profissionais da educação básica da rede pública e privada do município nesta quarta-feira (09). Os trabalhadores que tenham entre 18 e 42 anos podem receber a primeira dose do imunizante em todos os pontos de vacinação da capital em qualquer horário, das 08 às 17 horas.  

Por conta da imunização, as aulas presenciais foram suspensas pela prefeitura nesta quarta e quinta-feira (10). De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, o motivo da paralisação é o possível efeito colateral da vacina. Durante estes dois dias, as aulas remotas serão mantidas, com atividades ao vivo e gravadas, e as escolas estarão abertas somente para fins administrativos. 

Cerca de 18 mil trabalhadores da Secretaria Municipal de Educação podem se vacinar nesta quarta.  Para receber a dose, é preciso apresentar contracheque ou declaração da instituição educacional, comprovando que é um profissional do setor. 

Segundo o calendário da capital, na próxima quarta-feira (16), será a vez dos profissionais do ensino superior e profissionalizante receberem o imunizante. Já a repescagem para os trabalhadores que perderam as datas será no dia 23 deste mês. 

A aplicação do imunizante nos profissionais da área teve início em abril, para pessoas a partir dos 55 anos de idade. A última atualização do Painel da prefeitura mostra que 27.683 trabalhadores da educação receberam a primeira dose no município, enquanto 2.123 foram imunizados com a segunda dose.  

Nesta quinta-feira, a imunização por idade será retomada na capital, com pessoas de 55 anos. Na parte da manhã, a vacinação será destinada às mulheres e no turno da tarde aos homens. A semana termina com a aplicação em pessoas a partir dos 51 anos de idade.   

*Sob supervisão de Helena Vieira

Mais Recentes da CNN