RJ suspende chegadas de ônibus que tenham saído de São Paulo

Governo do Rio de Janeiro ainda vai esclarecer se viagens com origem no Rio para São Paulo também estão suspensas

Turista usa máscara em meio a surto do novo coronavírus durante visita ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro
Turista usa máscara em meio a surto do novo coronavírus durante visita ao Cristo Redentor, no Rio de Janeiro Foto: Pilar Olivares - 14.mar.2020/ Reuters

Fernando Molica

Da CNN Brasil, em São Paulo

Ouvir notícia

Artigo de decreto publicado nesta terça-feira (17) pelo governador do Rio, Wilson Witzel, impede, por 15 dias, viagens de ônibus ´com saída de São Paulo em direção ao Rio de Janeiro. A decisão é para tentar conter a disseminação do novo coronavírus.

A medida não cita unidades da federação afetadas pela proibição, mas fala em suspender linhas com origem em estados que tenham “circulação do vírus confirmada ou emergência decretada”.  

O novo coronavírus já circula entre os paulistas e, hoje, o prefeito da capital, Bruno Covas, decretou “situação de emergência no município”. 

A assessoria de imprensa do governo fluminense confirmou que as viagens de ônibus de São Paulo para o Rio estão suspensas. 

A medida também poderá afetar linhas entre o Distrito Federal (embora o decreto só fale em estados) e o Rio de Janeiro. O governo do RJ ainda vai esclarecer se viagens do Rio para São Paulo também estão suspensas. 

O decreto de Witzel é menos restritivo em relação a outras formas de transporte de passageiros. Apenas recomenda a suspensão, por 15 dias, de viagens aéreas e desembarque de navios de cruzeiros que tenham origem “em estados e países com circulação confirmada do coronavírus ou situação de emergência decretada”.

Mais Recentes da CNN