Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Saída do presidente do Inep, petróleo em alta, candidatura de Tebet e mais de 27 de julho

    Danilo Dupas deixou o cargo por "motivos pessoais"; ministro da Educação diz que mudança no órgão não impactará o Enem deste ano

    O agora ex-presidente do Inep Danilo Dupas durante cerimônia de adesão do Brasil ao Estudo Internacional de Tendências em Matemática e Ciências
    O agora ex-presidente do Inep Danilo Dupas durante cerimônia de adesão do Brasil ao Estudo Internacional de Tendências em Matemática e Ciências Marcelo Camargo/Agência Brasil

    CNN

    em São Paulo

    A saída de Danilo Dupas da presidência do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) e a confirmação da candidatura de Simone Tebet à Presidência da República pelo MDB estão entre os destaques desta quarta-feira (27).

    Danilo Dupas pede demissão do Inep

    O presidente do Inep, Danilo Dupas, pediu demissão do cargo alegando motivos pessoais. Carlos Moreno, diretor de Estatísticas Educacionais, assumirá o comando do instituto a partir de agosto de forma interina. Em entrevista à CNN, o ministro da Educação, Victor Godoy, assegurou que a troca de comando não trará impacto na realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

    MDB oficializa candidatura de Tebet

    O MDB oficializou a candidatura da senadora Simone Tebet à Presidência da República. O anúncio foi feito após a convenção virtual do partido. Mais cedo, PSDB e Cidadania aprovaram o apoio à senadora e devem indicar o vice em sua chapa. Ainda não há uma definição sobre o nome a ser indicado.

    Petróleo fecha em alta

    Os contratos futuros de petróleo fecharam em alta. O óleo foi impulsionado pela divulgação de queda nos estoques do produto e de outros combustíveis dos Estados Unidos. Em seguida, a commodity também foi beneficiada pelo enfraquecimento do dólar, em meio à decisão de política monetária do Federal Reserve (Fed), que subiu juros em 75 pontos-base.

    Governo Biden oferece troca de prisioneiros com Rússia

    Após meses de debate interno, o governo Joe Biden ofereceu a troca de Viktor Bout, um traficante de armas russo condenado a 25 anos de prisão nos Estados Unidos, como parte de um possível acordo para garantir a libertação de dois americanos detidos pela Rússia, Brittney Griner e Paul Whelan, segundo interlocutores.

    Lula diz que Brasil não precisa de teto de gastos

    O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a criticar as regras que limitam os gastos do governo federal e defendeu mais investimentos em áreas como saúde, educação, ciência e tecnologia. Ele chamou o mecanismo de controle das contas públicas de “irresponsável”.