Salvador cancela festa de final de ano e aumenta restrições na cidade

Apesar do cancelamento da festa, Prefeitura irá manter o show de fogos de artifício; locais das queimas não serão divulgados

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

A Prefeitura de Salvador anunciou nesta segunda-feira (7) que decidiu cancelar sua festa de Ano Novo, devido ao aumento de casos de Covid-19 na cidade. O evento estava programado para acontecer de maneira virtual.

A cidade chegou a ter 77% de ocupação em seus leitos de UTI dedicados ao tratamento de pacientes com o novo coronavírus.

Para tentar evitar aglomerações na capital baiana durante o Réveillon, a prefeitura anunciou que fechará o calçadão da Barra, tradicional ponto de aglomeração popular, no dia 31 de dezembro.

Leia também

Salvador cancela Carnaval em fevereiro; nova data só com vacina disponível

Oito estados já estão na espera por doses da Coronavac

Djonga faz show lotado em meio a pandemia e é criticado nas redes sociais

Apesar do cancelamento da festa, a prefeitura manterá o show de fogos de artifício. Os locais das queimas, porém, não serão divulgados. 

Além do cancelamento da festa de fim de ano, Salvador aprovou medidas restritivas que valerão por 15 dias a partir desta quarta-feira (9).

Em comunicado, a prefeitura afirmou que “devido aos constantes episódios de aglomeração em Itapuã e Rio Vermelho, bares e restaurantes destes bairros deverão estar fechados de sexta a domingo, a partir das 17h.”

Além disso, haverá também suspensão das atividades em cinemas, teatros e demais casas de espetáculo, assim como atividades sociais como festas, bares e lanchonetes nos clubes sociais, recreativos e esportivos. Apenas as atividades esportivas estarão mantidas nos clubes.

“As coisas pioraram muito nos últimos 15 dias e, diante desse aumento expressivo, a entrada de 2021 não será de celebração, mas sim de preocupação. Essa é uma medida necessária para que todos fiquem atentos para o risco que estamos correndo de a segunda onda ser pior que a primeira. Por isso, sacrificar um projeto que a própria Prefeitura desenvolveu, de realizar a live da Virada Salvador mesmo com todos os protocolos sanitários e de segurança, é um recado de que nada poderá atrapalhar as medidas de proteção à vida”, declarou o prefeito ACM Neto (DEM).  

 (Publicado por Daniel Fernandes)

 

Mais Recentes da CNN