São Paulo tem recorde de frio no ano; temperatura cai mais na sexta, diz CGE

Madrugadas de quinta e sexta serão ainda mais geladas e dias terão sensação térmica mais baixa do que o termômetro, devido à massa de ar polar

Pedestres enfrentaram o frio de 11,6ºC nas primeiras horas desta segunda-feira (24)
Pedestres enfrentaram o frio de 11,6ºC nas primeiras horas desta segunda-feira (24) Foto: Leandro Ferreira/Fotoarena/Estadão Conteúdo

Camila Neumam, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A madrugada na Capital paulista foi gelada e proporcionou mais um recorde de temperatura mínima em 2021, com média de 4,7°C na cidade. Em Marsilac, extremo sul de Parelheiros, a temperatura mínima foi negativa, com (-0,1°C). Até então, a menor média mínima este ano havia ocorrido no dia 20 de julho com 5,4°C, apontaram os termômetros das estações meteorológicas automáticas do Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas da Prefeitura de São Paulo (CGE).

Nesta quinta-feira (29), o predomínio será de sol entre poucas nuvens e céu claro, mas as temperaturas não devem superar os 13°C, por conta da atuação da forte massa de ar frio polar, considerada a mais intensa em 2021. Os menores índices de umidade do ar se mantêm acima dos 40% e não há previsão de chuva, segundo o CGE.

Sexta deve ter novo recorde de temperatura

As próximas madrugadas ainda serão geladas e com expectativa de novo recorde na madrugada desta sexta-feira (30). Além disso, as mínimas nos bairros mais afastados do centro expandido, distantes das áreas mais urbanizadas, poderão atingir valores absolutos próximos ou abaixo de zero. O ar frio polar só deve começar a perder força a partir do início da próxima semana, quando as temperaturas se elevam gradativamente.

A sexta-feira (30) também promete ser gelada e com previsão de novo recorde de temperatura mínima. A madrugada deve registrar termômetros em torno dos 3°C e valores negativos nas regiões mais periféricas da Cidade, como em Marsilac. 

O dia será marcado por céu claro e poucas nuvens, temperatura máxima por volta dos 15°C com percentuais de umidade do ar entre 45%e 95%. A sensação será de frio no decorrer do dia, que terá valores mínimos de umidade do ar acima dos 45%.

O sábado (31) ainda será marcado por frio mas sem expectativa de novos recordes de temperatura. A previsão é que na madrugada os termômetros apontem para os 7°C, e que durante o dia haja predomínio de sol, céu com poucas nuvens e temperatura máxima de 16°C. A sensação será de frio no decorrer do dia, com taxas de umidade do ar entre 35% e 90%, segundo o CGE.

 

 

Mais Recentes da CNN