Secretário diz que avalia retomar capacidade normal do transporte público em SP

Baldy explica prevenção do contágio nos transportes públicos

Da CNN

Ouvir notícia

Com o avanço do relaxamento da quarentena e previsão de reabertura de bares e restaurantes, prevista para iniciar nesta segunda-feira (6), o fluxo de passageiros nos trens, ônibus e metrô está cada vez maior na cidade de São Paulo. 

Em entrevista à CNN  Alexandre Baldy, secretário estadual de Transportes Metropolitanos afirmou que a pasta vai acompanhar a movimentação na capital durante todo o dia para avaliar a necessidade de reajuste da frota. O secretário explicou ainda que a diferença entre o horário de abertura destes estabelecimentos e o horário de pico da capital será essencial para que não ocorra aglomerações.

Assista e leia também:

Entenda como será o retorno de bares, salões e atividades culturais em SP

‘Não era momento de abrir bares e restaurantes’, alerta microbiologista

“São 39 cidades que avaliamos na região metropolitana. O Governo do Estado é responsável pelo ônibus que transitam entre esses municípios, e todos eles têm evitado aglomerações de pessoas. Entretanto, a realidade de São Paulo tem uma das maiores regiões metropolinas do mundo, 15 milhões de pessoas utilizam estes transportes em dias normais”

“Na última sexta observamos uma redução de 63% do fluxo de passageiros. Portanto, com a retomada gradativa das atividades, e que não coincidem com os horários de pico, isso contribui também para evitar que as aglomerações ocorram”, explica.

O secretário também avalia que, com a retomada de alguns serviços, o fluxo de passageiros aumentou nos últimos 30 dias e, consequentemente, algumas linhas do Metrô e Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) já estão operando com 100% da frota em horários de pico. 

“O fluxo de passageiros em todo o sistema de transportes públicos metropolitanos aumentou nos últimos 30 dias, de acordo com a nossa avaliação. O movimento desta manhã, pelo que já observamos, aprensentou aumento, quando comparamos com a movimentação da última sexta-feira. Já estamos operando com algumas linhas em sua frota máxima. Portanto, avaliaremos ao longo de hoje para termos, ao fim desta segunda-feira, o balanço sobre o fluxo após a rebertura destes comércios”, explica.

Quanto aos protocolos de segurança, Baldy avalia como positiva a ação da secretaria sobre a conscientização.

“Nós fizemos uma campanha de disponibilização de máscaras, temos testados diversas tecnologias como a averiguação da temperatura corporal das pessoas, fiscalização do uso de máscaras. Também estamos testando a eficência de um tecido que evita a contaminação cruzada, a descontaminação de vestuários e todos os equipamentos necessários para manter a segurança e a saúde das pessoas”, finalizou.

Mais Recentes da CNN