Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Sequestrador de irmão de Zezé Di Camargo e Luciano é preso em operação de combate ao tráfico de drogas em Goiás

    Suail Nascimento de Souza estava foragido desde 2020 e participou do sequestro de Wellington Camargo em 1998

    Sequestrador de irmão de Zezé Di Camargo e Luciano é preso em operação de combate ao tráfico de drogas em Goiás
    Sequestrador de irmão de Zezé Di Camargo e Luciano é preso em operação de combate ao tráfico de drogas em Goiás PMGO

    Catarina Nestlehnerda CNN*

    A Polícia Militar de Goiás (PMGO) em conjunto com a Polícia Federal (PF) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu, nesta sexta-feira (19), um dos sequestradores do irmão da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano, durante uma operação contra o tráfico de drogas internacional, em Guapó (GO).

    Suail Nascimento de Souza, um dos responsáveis por manter Wellington Camargo em cativeiro por mais de 90 dias em 1998, foi abordado durante uma operação que apreendeu mais de meia tonelada de drogas, na BR-060.

    O sequestrador estava foragido desde dezembro de 2020, quando escapou da Penitenciária Estadual de Dourados (MS) por um buraco aberto embaixo do canil da penitenciária, onde trabalhava diariamente no serviço de manutenção.

    O criminoso cumpria pena por tráfico de entorpecentes e estava na penitenciária do Mato Grosso do Sul desde 2005. Ele tinha dois mandados de prisão por roubo a banco, com penas de mais de 36 anos.

    Durante a ação, as equipes abordaram uma camionete e, em seguida, outro veículo em que estava um casal que fazia a função de ‘batedores’ da carga ilícita. Segundo as autoridades, o destino final da droga era a região metropolitana de Goiânia e o prejuízo para o crime está estimado em três milhões de reais.

    A operação foi deflagrada por meio da Companhia de Policiamento Especializado (CPE de Aparecida), do Comando de Operações de Divisas (COD) e da Agência Central de Inteligência (PM2). Além de meia tonelada de maconha, foram apreendidos 20 quilos de cocaína e 10 quilos de skunk.

    Em nota, a polícia afirmou que os abordados foram conduzidos, juntamente com os veículos e os entorpecentes, para a Superintendência da Polícia Federal, em Goiânia (GO), e os presos foram autuados em flagrante delito pelo crime de tráfico de drogas.

    Sob supervisão de André Rigue