Símbolo do Rio de Janeiro, bairro de Copacabana completa 129 anos

O bairro, conhecido como Princesinha do Mar, ou, para os mais íntimos, Copa, começou a crescer a partir da inauguração da Avenida Atlântica, em 1905

Bruna Carvalho, da CNN, no Rio de Janeiro

Ouvir notícia

O bairro de Copacabana, que já foi inspiração de diversas músicas, cenário de novelas e filmes, além de ser um dos principais cartões postais do Brasil e do Rio de Janeiro, completou nesta terça-feira (6) 129 anos.

O bairro, conhecido como Princesinha do Mar — ou, para os mais íntimos, Copa –, começou a crescer a partir da inauguração da Avenida Atlântica, em 1905. A obra foi um marco para a urbanização de Copacabana.

“Esse foi um momento importante, pois o prefeito Pereira Passos decide de fato fazer com que a cidade se urbanizasse em direção à orla, no que hoje é conhecido como zona sul, e é quando surgem as famosas ondas de pedras portuguesas do calçadão de Copacabana, que até hoje é a marca do bairro e em muitos sentidos do próprio Rio de Janeiro,” disse Julia O’Donnell, historiadora da UFRJ.

Foi a partir da década de 1920 que o bairro começou a consolidar sua fama por oferecer atrativos como boa localização e praticidade, que fez com que Copacabana fosse escolhida como moradia ideal para idosos. 

“Copacabana vira o segundo centro do Rio a partir da segunda metade do seculo XX. A propaganda do bairro era de que quem morava lá não precisava ir mais ao centro. Isso atraiu idosos para morar em um bairro que tinha tudo a mão. Isso fez com que Copacabana se consolidasse como um bairro de moradia de idosos,” disse a historiadora.

Segundo os dados do último censo do IBGE, em 2010, mais de 43 mil pessoas com 60 anos ou mais moravam em Copacabana, o bairro com maior número de moradores nesta faixa etária.

Praia de Copacabana vista vazia neste sábado (20)
Praia de Copacabana vista vazia neste sábado (20)
Foto: MICHEL FILHO/ENQUADRAR/ESTADÃO CONTEÚDO

Mais Recentes da CNN