SP libera shows, baladas e 100% de público em estádios a partir desta segunda

A partir desta segunda-feira (1º), estão permitidos shows, espetáculos, além do funcionamento de boates e o retorno integral do público aos estádios no estado

Lucas RochaBeatriz AraújoCarolina Figueiredoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Nesta segunda-feira (1º), o estado de São Paulo chega à última etapa de flexibilização das restrições contra a Covid-19. A partir de novembro, estão permitidos shows com a participação do público em pé, espetáculos, atividades de entretenimento, além do funcionamento de boates e o retorno integral do público aos estádios. Os municípios contam com autonomia para adotar ou não a decisão do governo estadual.

As medidas de restrição contra o novo coronavírus foram anunciadas pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), no dia 21 de março de 2020 e entraram em vigor no dia 24 daquele mês. Ao longo de quase 600 dias, as medidas do chamado “Plano São Paulo” foram sendo prorrogadas e flexibilizadas de acordo com o cenário epidemiológico do estado.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo informou que os índices da pandemia no estado seguem em queda e que o avanço na vacinação permite a retomada das atividades.

Neste domingo, 3.245 pessoas permaneciam internadas com Covid-19 no estado, sendo 1.591 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e 1.654 em enfermarias. O balanço representa queda superior a 90% nas hospitalizações em comparação aos recordes atingidos no pico da pandemia. No final de março, mais de 31 mil pacientes estavam em leitos clínicos ou de UTI por conta da doença.

Até o momento, foram aplicadas mais de 71 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 no estado, sendo 37 milhões para a primeira dose, 30 milhões para a segunda, e 1,1 milhão da vacina da Janssen, de dose única.

No dia 25 de outubro, o estado atingiu a marca de 100% da população adulta vacinada com pelo menos uma dose. Neste domingo (31), o índice da população adulta com o esquema vacinal completo chegou a 87,6%, o que representa 68,1% da população geral do estado.

Passaporte da vacina

O governo recomenda que as medidas sanitárias de prevenção à Covid-19 sejam mantidas, especialmente com o fim das restrições.

A entrada nos eventos deve ser feita mediante a apresentação do comprovante de esquema vacinal completo, com as duas doses da Pfizer, AstraZeneca ou Coronavac, ou dose única da Janssen. O comprovante pode ser acessado online, por meio do aplicativo e-saúdeSP.

As pessoas que ainda não tiverem concluído o esquema vacinal poderão apresentar um comprovante com a primeira dose e um teste negativo para Covid-19, de diagnóstico molecular (do tipo PCR), realizado em até 48 horas antes da entrada no evento, ou um teste negativo de antígeno realizado nas últimas 24 horas.

A orientação é de que o público mantenha a utilização de máscaras e que os espaços disponibilizem álcool gel em locais de fácil acesso.

Mais Recentes da CNN