Taxista é investigado por transportar clientes após ser diagnosticado com Covid

Além de prestar informações à Polícia Civil, ele vai responder por um processo administrativo

Luiz Nascimento, colaboração para a CNN

Ouvir notícia

A Polícia Civil de Santa Catarina pretende ouvir ainda nesta semana o taxista de 27 anos que descumpriu o isolamento social após ser diagnosticado com Covid-19. Ele foi flagrado e denunciado pelos próprios moradores da cidade de Ascurra, a 190 quilômetros de Florianópolis, na última segunda-feira (7). A população enviou vídeos para a Vigilância Sanitária do município que mostravam o homem transportando passageiros enquanto deveria estar em casa. A identidade dele não foi divulgada. 

Diante da denúncia, o órgão acionou a Polícia Militar e a Defesa Civil para ter acesso também às imagens de câmeras de segurança que ficam próximas ao ponto de táxi. Elas confirmaram que o taxista não adotou as medidas de segurança necessárias para evitar a proliferação do novo coronavírus. Ele só poderia ter deixado o isolamento na quarta-feira (9). Por isso, a Secretaria de Saúde registrou um boletim de ocorrência na delegacia. 

Leia também:

Diferentes ‘linhagens’ do novo coronavírus podem causar reinfecção, diz médica

Fiocruz alerta sobre risco de colapso no sistema de saúde

MEC autoriza ensino remoto enquanto durar pandemia de Covid-19

Além de prestar informações à Polícia Civil, ele vai responder por um processo administrativo. A intenção da pasta é que o taxista diga quantas e quais pessoas transportou para fazer um mapeamento e testá-las. 

Segundo o delegado Ronnie Esteves, responsável pelo caso, o profissional poderá responder por crimes como o de expor a vida alheia a perigo direto e o de infringir determinação do poder público de impedir a propagação de doença contagiosa.

“Existe algumas condutas que podem ser impostas a ele. Eu preciso identificar e ouvir eventuais passageiros, para que eles relatem como as corridas aconteceram. Também vamos investigar se o taxista sabia dos riscos e agiu de forma pensada, com a intenção de transmitir a doença. Isso tudo será apurado”, garante.  

Destaques do CNN Brasil Business:

Homem mais rico do Brasil, o banqueiro Joseph Safra morre aos 82 anos

Com Selic em 2%, quanto rende investir R$ 1 mil em poupança, fundos ou títulos?

Airbnb precifica ações acima da faixa estimada no maior IPO dos EUA em 2020

‘Carreira em Y’ pode explicar por que algumas empresas têm chefes tão ruins

Ascurra tem aproximadamente 7 mil habitantes. De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pelo município, três pessoas estão internadas em hospitais da região com diagnóstico positivo para o novo coronavírus. Desde o início da pandemia, 361 casos e duas mortes por Covid-19 foram confirmadas na cidade. 

“Nós estamos fazendo um trabalho educativo e ampliamos bastante a equipe de atendimento. A procura pela unidade de saúde não para de aumentar, os casos têm crescido e a gente tem pedido a população para respeitar o próximo”, afirma o secretário de Saúde de Ascurra, Enilson de Freitas.

Mais Recentes da CNN