Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tocantins confirma 1ª morte por COVID-19; Brasil tem óbitos em todos os estados

    A morte de uma mulher de 47 anos, em Palmas, foi confirmada pela Secretária de Saúde do Tocantins na noite desta terça-feira (14)

    Os secretários de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira e executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, durante a divulgação do boletim técnico do Ministério da Saúde e a atualização das ações de enfrentamento à COVID-19
    Os secretários de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira e executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, durante a divulgação do boletim técnico do Ministério da Saúde e a atualização das ações de enfrentamento à COVID-19 Foto: Marcelo Casal Jr/ Agência Brasil

    Bianca Camargo,

    da CNN, em São Paulo

    Ouvir notícia

    A assessoria de imprensa da Secretária de Saúde do Tocantins confirmou, na noite desta terça-feira (14), a primeira morte pelo novo coronavírus (COVID-19) no estado. Com isso, todas as unidades federativas do Brasil possuem registros de mortes pela doença.

    A vítima tinha 47 anos, morava na capital Palmas e era hipertensa. Ela estava internada desde 18 de março em um hospital particular. 

    Veja, abaixo, a íntegra da nota divulgada pela Secretaria de Saúde do Tocantins:

    *Nota de pesar

    Na noite desta terça, 14, foi notificado o falecimento de Francisca Romana Chaves, primeira vítima no Tocantins de Covid-19, doença causada pelo novo Coronavírus. De 47 anos e hipertensa, Romana residia em Palmas e foi a segunda paciente confirmada no Estado.

    Internada desde o dia 18/03, Romana foi diagnosticada e assistida pela rede privada da Capital, sendo acompanhada por profissionais que se dedicaram nas últimas três semanas por sua vida.

    O Governo do Estado do Tocantins se solidariza com a família e amigos de Francisca e deseja força, coragem e muita união para todos aqueles que tiveram a oportunidade de conhecê-la.

    Governo do Tocantins*

    Mais Recentes da CNN