Troca de ministro de Minas e Energias, nova pesquisa Quaest e mais de 11 de maio

Após ser nomeado ministro, o economista Adolfo Sachsida falou à CNN e agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro

Palácio do Planalto na Praça dos Três Poderes em Brasília
Palácio do Planalto na Praça dos Três Poderes em Brasília Fotográfo/Agência Brasil

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Após ser nomeado novo ministro de Minas e Energia, o economista Adolfo Sachsida afirmou à CNN que está diante do seu maior desafio profissional e agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro (PL). No cenário eleitoral, uma nova pesquisa Genial/Quaest aponta que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua na liderança da disputa ao Planalto, com 46% das intenções de votos. Jair Bolsonaro vem na sequência, com 29%. Estas e outras notícias estão entre os destaques desta quarta-feira (11).

Novo ministro

Na madrugada desta quarta-feira, o presidente Jair Bolsonaro (PL) exonerou Bento Albuquerque do Ministério de Minas e Energia, nomeando o economista Adolfo Sachsida para a vaga.

À CNN, o novo ministro afirmou está diante do maior desafio profissional de sua carreira e não quis entrar em detalhes sobre a troca súbita de comando na pasta. Ele fez agradecimentos ao presidente da República, Jair Bolsonaro, e ao ministro da Economia, Paulo Guedes.

Pesquisa Genial/Quaest

A Pesquisa Genial/Quaest para as eleições presidenciais de 2022, divulgada em primeira mão pela CNN nesta quarta-feira (11), traz, no cenário com o maior número de candidatos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à frente, com 46% das intenções de voto no primeiro turno, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), com 29%.

Depois aparecem Ciro Gomes (PDT), com 7%; João Doria (PSDB) e André Janones (Avante) com 3%; e Simone Tebet (MDB) e Felipe d’Avila (Novo), com 1%. Luciano Bivar (União Brasil) não pontuou.

Corte de imposto

Na tentativa de amenizar a pressão inflacionária sobre alimentos, o governo federal anunciou a redução do imposto de importação sobre 11 produtos. As novas alíquotas entram em vigor nesta quinta-feira (12) e valem até 31 de dezembro.

A ideia é que a redução de imposto torne a compra desses produtos vindos do exterior mais barata, resultando em queda no preço dos produto na prateleira do supermercado.

Queda de avião

Um avião de pequeno porte caiu no município de Boituva, no interior de São Paulo, na tarde de hoje (11). De acordo com informações do Corpo de Bombeiros de São Paulo, 11 pessoas foram atendidas no local da queda e duas vítimas que estavam em estado grave foram transportadas para hospitais da cidade. Elas morreram no Hospital São Luiz de Boituva, segundo a prefeitura do município.

No total, 16 pessoas estavam a bordo, sendo 15 delas paraquedistas e um piloto. Os feridos foram socorridos para hospitais da região.

Lula diz que não adotará teto de gastos

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) voltou a afirmar que é contra o teto de gastos que limita as despesas e investimentos públicos do governo federal. A declaração foi feita durante um encontro do petista com reitores na Universidade Federal de Juiz de Fora (MG) e, mais tarde, reproduzida em suas redes sociais.

“Não haverá teto de gastos no nosso governo. Não que eu vá ser irresponsável, gastar pra endividar o futuro da nação. É porque nós vamos ter que gastar aquilo que é necessário na produção de artigos produtivos, de artigos rentáveis, e a educação é um artigo rentável. É a coisa que dá o retorno mais rápido para que a gente possa produzir. Quem vai derrubar o gasto com relação ao PIB, é o crescimento econômico”, disse Lula.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

 

*Publicado por Renata Souza

Mais Recentes da CNN