União aguarda estado de calamidade para liberar recursos a estados do Sul

Ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, conversou por telefone, nas últimas horas, com os governadores dos três estados da região

Momento da chegada do 'ciclone bomba' na praia de Jurerê Internacional, em Santa Catarina
Momento da chegada do 'ciclone bomba' na praia de Jurerê Internacional, em Santa Catarina Foto: CNN (1.jul.2020)

Igor Gadelhada CNN

Ouvir notícia

O governo federal aguarda decretação de estado de emergência ou de calamidade pública por parte dos estados da região Sul para liberar recursos da Defesa Civil para ajudar a reconstruir áreas afetadas pelo ciclone extratropical, o chamado “ciclone bomba”.

Segundo apurou a CNN, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, conversou por telefone, nas últimas horas, com os governadores dos três estados da região – Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina –, quando se colocou a disposição.

Leia também:
Moradores de SC relatam ‘ciclone bomba’: ‘Aconteceu rápido e com muita força’
Ciclone do sul do país influencia clima do Rio e traz ondas gigantes

Marinho afirmou aos gestores que há recursos da Defesa Civil para todos os estados, mas ponderou que o dinheiro só poderá ser liberado após os governadores decretarem calamidade pública ou emergência. A expectativa é de que Santa Catarina decrete calamidade nas próximas horas.

Tópicos

Mais Recentes da CNN