Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Uso do autoteste, alerta sobre a temperatura e mais da noite de 10 de janeiro

    5 Fatos Noite, apresentado por Carol Nogueira, repercute as principais notícias do Brasil e do mundo

    Pedro Zanattada CNN

    Em São Paulo

    Ouvir notícia

    O pedido de autorização para o uso do autoteste para detecção da Covid-19 que deve ser feito pelo Ministério da Saúde e o alerta dos cientistas da União Europeia sobre a temperatura do planeta estão entre os destaques da noite desta segunda-feira, 10 de janeiro de 2022.

    Uso do autoteste

    O Ministério da Saúde vai pedir para a Anvisa a autorização para o uso do autoteste para detecção da Covid-19 no Brasil. A solicitação deve ser feita até quinta-feira (13). A informação foi repassada à CNN pelo secretário executivo da pasta, Rodrigo Cruz.

    Vacina contra Ômicron

    O CEO da Pfizer disse que uma vacina específica contra a Covid-19 para a variante Ômicron estará pronta em março. Albert Bourla disse esperar que a proteção seja muito melhor contra infecções, visto que a eficácia contra internações e doenças graves já é considerada satisfatória.

    Acidente em Capitólio

    A Polícia Civil de Minas Gerais identificou os 10 mortos no acidente causado pelo desabamento de um paredão de rocha em Capitólio. Todas as vítimas estavam a bordo da mesma lancha e se conheciam. O governador do estado, Romeu Zema (Novo), disse que os cânions vão passar por análise de geólogos.

    Papa critica desinformação

    O papa Francisco criticou a desinformação sobre as vacinas contra a Covid-19 e apoiou a imunização no mundo. O pontífice disse que se imunizar é uma obrigação moral de saúde e classificou a vacinação como a melhor solução para evitar a doença. O líder da Igreja Católica também condenou a desinformação ideológica sobre os imunizantes.

    Alerta sobre temperaturas

    Cientistas da União Europeia (UE) alertaram que os últimos sete anos foram os mais quentes já registrados no mundo. Os dados estão num relatório anual do Serviço Copérnico de Mudanças Climáticas (C3S). As informações mostram que o ano passado foi o quinto ano mais quente, com recordes de temperatura em diferentes regiões do planeta.

    Nas redes

    Nas redes sociais, estão em alta as buscas sobre as chuvas que causaram estragos em Minas Gerais.

    Newsletter

    Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em newsletter.cnnbrasil.com.br

    Mais Recentes da CNN