Vacinas para atletas, Sinopharm aprovada pela OMS e mais da noite de 7 de maio

Confira as notícias mais importantes da noite desta sexta-feira, 7 de maio de 2021

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

A denúncia dos acusados pela morte do menino Henry Borel, a aprovação da vacina da Sinopharm pela OMS e a oferta de vacina feita pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) aos atletas olímpicos brasileiros são alguns dos destaques da noite desta sexta-feira, 7 de maio de 2021.

Caso Henry Borel

A Justiça do Rio de Janeiro aceitou denúncia contra Monique e Jairinho e decretou a prisão preventiva do casal pela morte de Henry Borel. Eles respondem por homicídio triplamente qualificado. 

Mais uma vacina aprovada

A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou o uso emergencial da vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela farmacêutica estatal chinesa Sinopharm. Este é o primeiro imunizante de origem não ocidental a ser incluído na lista de emergência da OMS.

Vacina para atletas

O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) recebeu uma oferta de doses da vacina Coronavac por parte do Comitê Olímpico Internacional (COI). Para cada pessoa imunizada serão ofertadas doses para vacinar mais dois cidadãos brasileiros. O objetivo é garantir a segurança dos participantes dos Jogos e da população do Japão, que sediará as competições.

Resultado negativo no comércio

O comércio teve o quarto resultado negativo em cinco meses. Dados do IBGE apontam que as vendas do comércio varejista tiveram queda de 0,6% em março, na comparação com fevereiro. Esse resultado veio melhor do que o esperado pelo mercado. Algumas projeções chegaram a indicar um recuo de até 7%.

Julgamento sobre FGTS adiado

O Supremo Tribunal Federal adiou o julgamento sobre a correção do FGTS. A ideia era que o assunto fosse analisado pelos ministros na próxima quinta-feira, dia 13 de maio. Ainda não há nova data.

Newsletter

Para receber as principais notícias todos os dias no seu e-mail, cadastre-se na nossa newsletter 5 Fatos em https://newsletter.cnnbrasil.com.br

(Publicado por Daniel Fernandes)

Mais Recentes da CNN