MG: Vale eleva nível de alerta em barragem na mina de Brucutu e remove moradores

Companhia afirma que medida em Barão de Cocais (MG) ‘reflete uma abordagem conservadora’

Logo da Vale em prédio no Rio de Janeiro
Logo da Vale em prédio no Rio de Janeiro Foto: Ricardo Moraes/Reuters

Luciano Costa, da Reuters

Ouvir notícia

A Vale informou nesta quarta-feira (18) que iniciou “de forma preventiva” o chamado protocolo de emergência nível 2 de sua barragem Norte/Laranjeiras, na mina de Brucutu, em Barão de Cocais (MG), o que exigirá a remoção de residentes de áreas próximas ao longo dos próximos dias.

A mineradora ressaltou, no entanto, que a barragem não recebe rejeitos e, portanto, não faz parte de seu plano de produção de minério de ferro desde dezembro de 2019, de acordo com comunicado.

Leia também:
Vale oferece R$ 21 bi para encerrar processo de Brumadinho, o que é recusado

“A Vale adota essa medida em linha com o acompanhamento das condições de segurança de suas estruturas e mantém campanha de investigação geotécnica com o objetivo de definir as ações para o contínuo aprimoramento destas”, afirmou.

A companhia acrescentou que “a elevação do nível de emergência reflete uma abordagem conservadora” e defendeu não ter observado “alterações relevantes quanto aos fatores de segurança da estrutura”.

A remoção de residentes na chamada Zona de Autossalvamento da estrutura envolverá 34 pessoas, estimou a Vale.

Mais Recentes da CNN