Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vídeo mostra balas traçantes no céu durante tiroteio na zona norte do Rio

    Confronto entre traficantes rivais assustou moradores do Morro dos Macacos

    Moradores registraram balas traçantes no céu durante tiroteio em comunidade da zona norte do Rio
    Moradores registraram balas traçantes no céu durante tiroteio em comunidade da zona norte do Rio Reprodução/Redes Sociais

    Carolina Figueiredoda CNN

    Imagens que circulam nas redes sociais registraram o momento em que diversas balas traçantes cruzam o céu durante um intenso tiroteio, na madrugada desta quarta-feira (24), no Morro dos Macacos, em Vila Isabel, na zona norte do Rio de Janeiro.

    Esse tipo de munição, comumente usada em fuzis, contém uma pequena carga pirotécnica em sua base, o que faz com que o tiro deixe um rastro de luz quando é disparado. Moradores fizeram registros em que é possível ver os tiros. Veja abaixo.

    Segundo a Polícia Militar, o tiroteio começou na parte alta da comunidade e foi um confronto entre facções rivais que tentam dominar a região.

    “De acordo com o comando da unidade, as equipes de efetivo da UPP e apoio de outras unidades já estão em reforço de policiamento na comunidade para evitar a movimentação de criminosos envolvidos em uma disputa territorial. O terreno foi estabilizado e não houve registro de feridos”, afirmou a PM.

    Pelas redes sociais, moradores relataram que o confronto começou logo no início da madrugada e continuou até por volta das 4h da manhã. Segundo relatos, traficantes do Comando Vermelho (CV) teriam tentado invadir o Morro dos Macacos, que seria dominado atualmente pelo Teceiro Comando Puro (TCP).

    A Secretaria Municipal de Educação do Rio informou que nove unidades escolares foram impactadas por causa dos tiroteios na região.

    Já a Secretaria Municipal de Saúde disse que a Clínica da Família Recanto do Trovador mantém o atendimento à população, mas as atividades externas realizadas no território, como as visitas domiciliares, foram suspensas na manhã desta quarta (24).