Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    #CNNPop

    Vídeo: onça pega jacaré na beira de rio em Corumbá (MS); veja

    Apesar de a cena chamar atenção, pescador que fez o registro afirma que esse tipo de situação é comum no local

    Gabriela Pradoda CNN

    São Paulo

    O pescador profissional Rudinei Iris de Jesus flagrou o momento em que um onça pega um jacaré na beira do Rio Paraguai e o arrasta para a mata.

    Segundo o pantaneiro, a cena foi registrada na segunda-feira (24) na região de Barra do São Lourenço, uma comunidade localizada no município de Corumbá, em Mato Grosso do Sul.

    “Eram umas 15h. Eu estava trabalhando quando, de repente, me deparei com essa cena. Aí consegui fazer o vídeo”, contou o pescador, que mora no Pantanal.

    Apesar de as imagens serem impressionantes, Jesus considerou a ocasião comum. “Quase sempre a gente vê essa cena”, comentou.

    Para falar com a CNN por mensagem, ele foi até a sede da escola da comunidade de Barra do São Lourenço, único local com sinal de internet disponível na região. O acesso ao local é restrito. São cerca de 200 quilômetros de distância. O tempo de viagem de barco — o meio de transporte mais comum por lá — é de 20 horas de navegação.

    Coordenador há seis anos do Programa Felinos Pantaneiros, do Instituto Homem Pantaneiro (IHP), Diego Viana reforçou que a predação entre essas espécies é comum.

    “O jacaré é uma espécie que é um dos principais itens alimentares da onça-pintada no Pantanal, então é comum, temos muitos estudos e registros”, disse.

    O pesquisador também afirmou que entende a curiosidade de fazer imagens nesses momentos, mas alertou para a importância de manter distância de no mínimo dez metros de distância dos animais ao se deparar com uma situação como essa.

    “É preciso que as pessoas ao se deparar com uma cena dessa mantenha uma distância segura. Pode ocorrer de a onça estar com filhotes ou na época de acasalamento, isso pode gerar um risco a mais para a pessoa e até um acidente”, informou.

    Veja também: Pesquisadores capturam onça-preta pela primeira vez no Cerrado