Ações europeias fecham em queda após comentários menos hawkish do BC dos EUA

Índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,70%, a 438,26 pontos

Salão da Bolsa de Valores de Frankfurt
Salão da Bolsa de Valores de Frankfurt Reuters

Sruthi ShankarShreyashi Sanyalda Reuters

Ouvir notícia

As ações europeias caíram pela segunda sessão consecutiva nesta quinta-feira (5), com a maioria dos principais setores devolvendo ganhos anteriores obtidos após comentários menos “hawkish” (duros no combate à inflação) do banco central norte-americano.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em queda de 0,70%, a 438,26 pontos, com destaque negativo dos setores de viagens e lazer, bancos e seguros.

Investidores ficaram aliviados depois que o Federal Reserve elevou a taxa de juros conforme o esperado, em 0,50 ponto percentual, na quarta-feira. O chair do Fed, Jerome Powell, também explicitamente descartou um ajuste de 0,75 ponto percentual em uma próxima reunião, mas o rali dos papéis europeus se dissipou assim que Wall Street abriu em baixa nesta quinta-feira.

Preocupações com altas mais rápidas das taxas de juros, lockdowns contra a Covid-19 na China, o conflito na Ucrânia e o avanço da inflação têm pesado nos mercados acionários este ano e arrastam o STOXX 600 para baixa superior a 10% até agora em 2022.

“O aumento dos preços de energia e da inflação aconteceu muito rapidamente e isso pegou as pessoas de surpresa, então há um elemento de choque com os preços”, disse Niall Gallagher, diretor de investimentos para ações europeias da GAM Investments.

  • Em Londres, o índice Financial Times avançou 0,13%, a 7.503,27 pontos;
  • Em Frankfurt, o índice DAX caiu 0,49%, a 13.902,52 pontos;
  • Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,43%, a 6.368,40 pontos;
  • Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,60%, a 23.759,71 pontos;
  • Em Madri, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,77%, a 8.434,70 pontos;
  • Em Lisboa, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,72%, a 5.789,51 pontos.

Mais Recentes da CNN