“Eduardo e Mônica” enfim chega aos cinemas; conheça o casal que inspirou o filme

Longa, que tinha estreia prevista para 2020, adapta a célebre canção da Legião Urbana, e conta a história do casal que se apaixona na Brasília dos anos 1980

Gabriel Leone e Alice Braga interpretam Eduardo e Mônica
Gabriel Leone e Alice Braga interpretam Eduardo e Mônica Divulgação

Luis Felipe Abreucolaboração para a CNN

Ouvir notícia

Após anos de expectativa e adiamentos, chega às telas “Eduardo e Mônica”, filme que adapta a icônica canção da banda Legião Urbana, e acompanha a história do casal título, “que era nada parecido”, como conta a letra de Renato Russo.

Gravado em 2018 e com previsão de estreia em 2020, foi sucessivamente adiado por conta da pandemia. Depois de participar em festivais no ano passado, ganha sua estreia oficial nesta quinta-feira (20). Alice Braga (“Cidade de Deus” e “A Rainha do Sul”) e Gabriel Leone (“Dom”) estrelam como Mônica, a mulher mais velha e culta, que se apaixona pelo jovem e sonhador Eduardo, ainda um estudante de Ensino Médio.

Dirigido por René Sampaio, que já havia levado aos cinemas “Faroeste Caboclo”, em 2013, o filme se passa na Brasília da década de 1980, mesmo período e local da canção original – e do universo habitado por Russo e Legião Urbana. Habitado também por Fernando Coimbra e Leonice de Araújo Coimbra, amigos do compositor e principais inspirações para os personagens.

O grupo se conheceu na Universidade de Brasília, justo no começo do relacionamento entre Fernando e Leonice, e manteve uma amizade próxima até a morte do músico, em 1996. Ainda que com liberdades artísticas, a história do encontro e da paixão entre eles serviu de modelo para a letra de Russo – e algumas características chegaram a influenciar a trama do próprio filme. No longa, Mônica ganha uma carreira paralela como artista plástica, mesma profissão de Leonice na vida real.

Em entrevista à revista “Flashback”, em 2004, Leonice admitiu a inspiração de “Eduardo e Mônica”, revelando que nem tudo seja exato. Ela explicou que a essência da letra da canção transcende a própria história: “Talvez o que ele [Renato Russo] quisesse mostrar é que duas pessoas podem se encontrar, se casar e ser felizes juntas, mesmo que venham de realidades diferentes”.

Hoje vivendo no México, onde Fernando trabalha como embaixador, o casal está junto há 42 anos. A filha do casal, a também artista Nina Coimbra, já compartilhou em suas redes sociais fotos de Fernando e Leonice tiradas por Russo, atestando a relação entre o grupo.

Mais Recentes da CNN