Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Independência do presidente do Banco Central “é bobagem”, diz Lula em entrevista

    Presidente comparou ainda o trabalho de Roberto Campos Neto com o de Henrique Meirelles

    Diego Mendesda CNN

    São Paulo

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira (18) que “é uma bobagem” achar que o presidente do Banco Central independente vai fazer mais do que quando o presidente do país indicava.

    “Eu duvido que esse presidente do Banco Central seja mais independente do que foi o [Henrique] Meirelles. Por que com o banco independente a inflação está do jeito que está? Os juros do jeito que está?”, declarou Lula em uma entrevista à Globo News.

    Ele destacou que a economia brasileira precisa “voltar a crescer” e defendeu maior distribuição de renda e política social.

    “Então, não peçam para mim seriedade fiscal, não peçam, o que eu quero é que as pessoas que querem estabilidade fiscal, tenham estabilidade social. Assume compromisso com o social, porque não é possível esse país ter gente na fila do osso para pegar carne”, disse.

    Lula destacou também que o governo precisa fazer uma reforma tributária de verdade para que as pessoas mais ricas, que vivem de dividendos, ganham mais dinheiro, paguem mais imposto de renda do que as que ganham menos.

    “Defendi na campanha e vamos tentar colocar em prática na proposta de reforma tributária que até R$ 5 mil as pessoas não paguem imposto de renda”, pontuou.

    Ainda falando sobre a economia, Lula disse ainda ter uma reunião com os dirigentes sindicais para discutir uma nova reformulação do movimento sindical. “A gente não quer voltar ao passado, a gente quer estabelecer uma nova relação entre capital e trabalho. Para isso vamos criar uma comissão com sindicalista, com empresários e com o governo para ver se a gente cria uma estrutura sindical em que as pessoas se sintam representadas e garantir que as pessoas tenham direito”, disse.