Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ministério da Saúde confirma primeiro caso de varíola dos macacos no DF

    Trata-se de um homem entra 30 e 39 anos com histórico de viagem internacional recente

    Cincos estados e o Distrito Federal têm casos confirmados da varíola dos macacos
    Cincos estados e o Distrito Federal têm casos confirmados da varíola dos macacos Getty Images/Jasmin Merdan

    Júlia VieiraDanilo Moliternoda CNN

    Ouvir notícia

    O Ministério da Saúde confirmou na noite de sábado (2) o primeiro caso de varíola dos macacos no Distrito Federal.

    Trata-se de um homem entra 30 e 39 anos com histórico de viagem internacional recente. O paciente segue em isolamento domiciliar.

    Até o momento, de acordo com levantamento da Agência CNN, o Brasil tem 77 casos confirmados de varíola dos macacos. São Paulo (52), Rio Grande do Sul (2), Rio de Janeiro (16), Minas Gerais (2), Ceará (2), Distrito Federal (1), Paraná (1) e Rio Grande do Norte (1) registraram casos da doença.

    Confira nota da Secretaria de Saúde do DF

    A Secretaria de Saúde informa que o Ministério da Saúde confirmou, na noite deste sábado (2), a infecção por monkeypox de um dos dois casos suspeitos no DF. Trata-se de um homem, 30 a 39 anos, com histórico de viagem internacional recente. Ele está em isolamento domiciliar e segue sendo monitorado pelas equipes de vigilância epidemiológica.

    Casos de varíola dos macacos triplicaram na Europa nas duas últimas semanas, diz OMS

    A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou uma nota nesta sexta-feira (1°) afirmando que os casos de varíola dos macacos na Europa triplicaram nas duas últimas semanas. A OMS pediu uma ação “urgente e coordenada” contra proliferação da doença, visto que a região continua sendo o epicentro mundial.

    Conforme os dados apresentados, a Europa representa quase 90% dos casos confirmados em laboratório relatados no mundo desde meados de maio. Ao todo, na região europeia, 31 países têm pessoas infectadas com a doença.

    Mais Recentes da CNN